http://www.fides.org

News

2014-01-29

ÁFRICA/ÁFRICA DO SUL - “Não às leis que discriminam os homossexuais”: editorial do Southern Cross católico

Joanesburgo (Agência Fides) – “A voz da Igreja deve ser levantada contra as "leis draconianas que visam criminalizar a homossexualidade aprovadas por alguns países africanos”, afirma um editorial do Southern Cross, semanário promovido pela SACBC (Southern African Catholic Bishops' Conference, que reúne os bispos da África do Sul, Botsuana e Suazilândia).
"Recentemente, os parlamentos de Uganda e Nigéria adotaram estrita anti-gay. Em Uganda, o Presidente, Yoweri Museveni, não a aprovou, e o Presidente nigeriano, Goodluck Jonathan promulgou. Outros países, como Camarões e Tanzânia estão propondo leis semelhantes", recorda o editorial.
"Estas leis não pretendem tornar os atos homossexuais ilegais, eles já são e são puníveis em muitos países africanos, mas são destinados a processar as pessoas com base em sua orientação sexual", ressalta o colunista que sublinha que "além de serem injustas estas leis têm o potencial de destruir o tecido social, porque podem facilitar falsas denúncias (...), como acontece com os cristãos no Paquistão com a intolerável lei anti-blasfêmia".
À luz do Catecismo da Igreja Católica que prescreve "evitar todo sinal de discriminação injusta" contra os homossexuais e recomenda acolhê-los "com respeito, compaixão e delicadeza", o editorial pede que se levante a voz da Igreja na África "contra as leis discriminatórias e a violência contra os homossexuais, muitos dos quais fiéis católicos". (L.M.) (Agencia Fides 29/1/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network