http://www.fides.org

News

2014-01-14

AMÉRICA/PERU - “Sem comunicação, não existem direitos”

Lima (Agência Fides) – Um grupo de instituições peruanas, preocupadas com a concentração da mídia num único grupo (El Comercio) depois da aquisição dos produtos da sociedade EPENSA, expressou publicamente a sua grande preocupação porque nesta situação “o direito à informação e o direito à comunicação de cada cidadão peruano estão em risco". O documento, enviado à Agência Fides por fontes locais, é intitulado “Sem comunicação, não existem direitos”, e acentua o risco dos “direitos fundamentais da pessoa humana pela convivência política, social e econômica”.
"O panorama atual da mídia, em termos de imprensa escrita, rádio e televisão – administrado por interesses privados -, promove a hegemonia das ideias e o pensamento único, limita a pluralidade dos pontos de vista, e impõe aos cidadãos um programa nacional que não corresponde à realidade do país, com graves repercussões sobre a democracia e sobre a capacidade de governo", lê-se no texto.
O documento se conclui pedindo adesões ao protesto e reafirmando que “os direitos de informação, à liberdade de expressão e de comunicação são fundamentais para defender e exigir outros, como o direito à saúde, à instrução, à moradia, ao trabalho digno, à justiça, etc.". Segundo a imprensa peruana, depois da aquisição das ações da sociedade Epensa, o grupo El Comercio possui agora 77% da publicidade e a gestão da imprensa escrita no Peru, uma situação sem precedentes no mundo democrático, segundo os próprios jornalistas peruanos. (CE) (Agência Fides, 14/01/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network