http://www.fides.org

News

2014-01-07

ÁSIA/CAZAQUISTÃO - Multas aos cristãos por posse de "livros extremistas"

Astana (Agência Fides) - Um tribunal em Astana multou dois cristãos protestantes por posse de publicações cristãs definidss como "materiais extremistas". Conforme relatado numa nota enviada à Agência Fides pela organização "Fórum 18", os fiéis, sancionados nos últimos dias, rejeitaram firmemente as alegações. As audiências para decidir se os textos são "extremistas" e proibir a circulação, ocorrem sem aviso prévio e não existe nenhuma lista de " livros proibidos", explica a Ong. A proibição faz parte de um "sistema difícil de censura religiosa imposta pelo Estado".
O Cazaquistão tem três níveis de censura na literatura religiosa: artigos e textos proibidos pelos tribunais considerados "extremistas"; textos aos quais a Agência religiosa de Estado se recusa a aprovar a publicação, importação e distribuição; textos ou objetos banidos sem nenhuma uma explicação.
Em outubro de 2013, Bíblias e ícones foram apreendidos pela polícia numa loja na cidade de Oral (Uralsk) e ainda não foram restituídas. O proprietário da loja foi indiciado por
venda de material religioso sem a permissão do Estado.
O pastor cristão presbiteriano Bakhytzhan Kashkumbayev, 67 anos, está preso desde 17 de maio de 2013, sob a acusação de distribuir "materiais extremistas" que eram folhetos simples sobre a fé cristã. O Pastor batista Gennai Vrublevsky foi acusado de posse de cinco livros "extremistas", quatro em russos e um em cazaque, que eram reflexões sobre as relações entre Islã e Cristianismo. Os tribunais também baniram muitos sites e blogs, rotulando-os de "extremistas". (PA) (Agência Fides 7/1/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network