http://www.fides.org

Africa

2003-07-25

ÁFRICA/REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO - “ÉRAMOS EM 6, AGORA SOMOS EM 165”. QUEM NOS CONTA É A IR. HELENA KOTANDOLA, UMA DAS PRIMEIRAS CONSAGRADAS DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS DA DIOCESE DE TSHUMBE QUE CUMPRE 50 ANOS

Tshumbe (Agência Fides) – “É uma grande alegria ver crescer dia a dia a nossa família”. Ir. Helena Kotandola, uma das fundadoras da Congregação diocesana das irmãs de São Francisco de Assis que, em 15 de julho, celebrou seus primeiros 50 anos de vida religiosa a serviço da Diocese de Tshumbe. no Congo. “ No início, éramos em 6, diz Ir. Helena. “Agora, após 50 anos, com a graça de Deus e a Intercessão de Maria, somos uma grande família composta por 165 professas, sem contar com cerca de dez noviças e postulantes”.
A criação da Congregação não foi fácil, como lembra a Ir. Helena: “a nossa congregação nasceu graças aos esforços do primeiro Bispo da diocese, Dom Joseph Hagedorens, religioso da Congregação dos Padres passionistas, após tantas dificuldades”. “Já em 1935 e depois, em 1943” disse Ir. Helena, “Dom Hagedorens havia tentado fundar uma ordem diocesana feminina, mas sem resultados. depois, finalmente em julho de 1953, a fundação da nossa ordem, que se tornará em seguida a Congregação das Irmãs de São Francisco de Assis. No início, de fato, o nosso fundador estava indeciso sobre qual nome dar á ordem: Congregação das Irmãs de São Francisco de Assis, ou Irmãs passionistas, ou ainda, Irmãs Penitentes. No início, Dom Hagedorens estava propenso ao nome dos passionistas, porque era fascinado pela espiritualidade da paixão. Depois, ensinando-nos a vida de São Francisco de Assis, entendeu que poderia seguir a paixão de Jesus tomando como exemplo a vida de São Francisco que aceitou fazer-se verdadeiro discípulo de Jesus, colocando em prática o ensinamento de sua palavra evangélica”.
As Irmãs de São Francisco de Assis estão empenhadas – além do serviço pastoral e social – na educação das crianças e dos jovens com uma ativa presença nas escolas primárias, secundárias e superiores. Se ocupam também com os cuidados aos doentes nos hospitais e promovem a realização de algumas obras sociais como a construção de um orfanato e de um hospital para leprosos.
A Congregação conta atualmente com 10 comunidades em diversas paróquias da diocese e outras 2 em missão na Itália junto à Diocese de Nuoro.
A diocese de Tshumbe se encontra no coração da República Democrática do Congo, na província de Kasayi-oriental, no distrito de Sankuru, e é uma das maiores dioceses da Província de Kasayi-Oriental, no distrito de Sankuru, e é uma das mais grandes dioceses da província, com uma superfície de 62.000 kmq, e uma população de cerca de 700 mil habitantes dos quais 225 mil são católicos.
(L.M) (Agência Fides 25/07/2003 – linhas: 32; palavras: 459)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network