http://www.fides.org

News

2013-11-11

ÁSIA/IÊMEN – Não aos matrimônios de menores: intervém o Ministério para a Tutela dos Direitos Humanos

Taiz (Agência Fides) – Depois das recentes denúncias de casos de matrimônios precoces, feitas pelo
YemenPost, o Ministério para a Tutela dos Direitos Humanos do Iêmen mandou uma advertência às autoridades locais para prevenir o matrimônio de algumas jovens estudantes da cidade de Taiz, localizada no sul do país. Não obstante a fama de centro intelectual da nação, em Taiz vivem também muitos iemenitas indígenas que, pelo medo de serem vítimas do estigma social e para respeitar as tradições tribais, cedem em casamento as próprias filhas. Além disso, enquanto segundo alguns casar-se a 16 anos é muito cedo para uma garota, os imames insistem sobre o fato de que para o Islã o importante é ter uma maturidade física e mental para poder dar um mínimo consenso. Para enfrentar o fenômeno, o Ministério para a Tutela dos Direitos Humanos nos meses de outubro e novembro está trabalhando para um progresso da lei a fim de instituir uma mínima idade legal para o matrimônio. (AP) (11/11/ 2013 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network