http://www.fides.org

News

2013-11-09

ÁSIA/IRÃ – Libertado um cristão iraniano; cárcere difícil para um Pastor detido injustamente

Teerã (Agência Fides) – O cristão iraniano Mostafa Bordbar foi libertado da prisão, depois de ganhar o recuso contra a condenação a 10 anos de prisão, que lhe foi decretada em julho de 2013. Como apurado por Fides, a libertação ocorreu em 3 de novembro passado, graças ao veredicto de uma Corte de apelação que o absolveu, considerando nulas as acusações contra ele, como a de ser “membro de uma organização que atua contra a segurança nacional”.
Como recorda uma nota enviada a Fides pela Ong “Christian Solidariety Worldwide” (CSW), Bordbar foi preso em 27 de dezembro de 2012, junto a outros 50 cristãos, que se reuniram para celebrar o Natal numa casa ao norte de Teerã. Depois de um longo interrogatório, os fiéis foram libertados, menos Bordbar e o Pastor cristão armênio Vruir Avanessian. Este depois saiu da prisão sob fiança em janeiro passado.
Num outro caso delicado, o Pastor Saeed Abedini, que tem a dupla cidadania americana/iraniana, condenado a oito anos de prisão, foi transferido em 3 de novembro passado para o famigerado cárcere de “Shahr Raja”, na cidade de Karaj. O Pastor se encontra na ala n. 3 da prisão, conhecida por abrigar os prisioneiros mais violentos do país. Segundo refere CSW a Fides, o Pastor foi transferido porque na prisão de Evin em Teerã, onde se encontrava precedentemente, tinha organizado um protesto pacífico com outros prisioneiros contra os maus-tratos aos detentos, que também ele sofria.
Na nota enviada a Fides, Mervyn Thomas, Diretor de CSW, “elogia a magistratura iraniana por ter certificado a verdade sobre o cristão Bordbar” e “deplora os maus-tratos contra Saeed Albedini”, preso, como acontece a outros cristãos, “com base em acusações políticas completamente ilegítimas”. (PA) (Agência Fides 9/11/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network