http://www.fides.org

News

2013-07-02

ÁFRICA/RD CONGO – Anunciadas sanções canônicas para o sacerdote presidente da CENI

Kinshasa (Agência Fides)- Os Bispos congoleses lançaram um novo apelo pela libertação de três sacerdotes assuncionistas sequestrados no leste da República Democrática do Congo, numa mensagem publicada no final de sua Assembleia Plenária.
“Recordamos a trágica situação dos sacerdotes assuncionistas, Jean-Pierre Ndulani, Anselme Wasikundi e Edmond Bamutupe, e de numerosos outros compatriotas sequestrados na diocese de Butembo-Beni”, se lê na mensagem. Os Bispos pedem ao governo que “tome as rédeas desta situação para identificar os sequestradores, encontrar e libertar os reféns”. Além disso, se sugere de criar um comitê de crise encarregado de administrar a situação “até a libertação de todos os nossos compatriotas sequestrados” e de envolver a Missão da ONU no Congo (MONUSCO). Isso porque “conforme o seu mandato de garantir a proteção da população civil e levando em consideração os meios de que dispõe, os Bispos estão convencidos de que a MONUSCO é capaz de contribuir eficazmente para sua libertação”. Os três religiosos foram sequestrados em 19 de outubro e desde então não se sabe mais nada sobre seu paradeiro (veja Fides 22/10/2012 e 22/1/2013).
O comunicado da Conferência Episcopal congolesa refere ainda que Pe. Apollinaire Malumalu foi destituído do cargo de Diretor do Instituto Pan-Africano Cardeal Martino e preanuncia sanções canônicas por parte de seu Bispo.
“O caso do Pe. Apollinaire Malumalu, sacerdote da diocese de Butembo-Beni que escolheu atuar dentro da Comissão Eleitoral Nacional Independente (CENI), será analisado pelo seu Bispo, que aplicará contra ele as sanções canônicas previstas”. Pe. Apollinaire Malumalu foi eleito em 7 de junho Presidente da CENI, da Assembleia Nacional, a Câmara Baixa do Parlamento, não obstante, numa precedente declaração, os Bispos tenham reiterado a proibição aos sacerdotes, religiosos e religiosas de “participar ativamente de partidos políticos e associações de caráter político, assim como da direção de instituições estatais, em todos os níveis, encarregados de organizar as eleições” (veja Fides 8/6/2013).
Por fim, em sua mensagem os Bispos agradecem ao governo pela ajuda oferecida para a organização da Assembleia Plenária da Associação das Conferências Episcopais da África Central (ACEAC), que se realiza em Kinshasa de 2 a 3 de julho. (L.M.) (Agência Fides 2/7/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network