http://www.fides.org

News

2013-05-07

ÁFRICA/TANZÂNIA - Atentado de Arusha; o testemunho à Fides do Núncio Apostólico

Dar es Salaam (Agência Fides) - “Os fiéis estão em estado de choque e eu fiquei de propósito na cidade para permanecer com a comunidade católica e confortá-la”, diz à Agência Fides Dom Francisco M. Padilla, Núncio Apostólico na Tanzânia, que está retornando para Dar es Salaam de Arusha, onde domingo, 5 de maio, um atentado diante da Igreja de São José matou três pessoas e cerca de sessenta ficaram feridas. “Dos feridos, pelo menos cinco estão em graves condições, ao ponto que foi necessário interná-los em Dar es Salaam” refere Dom Padilla. “Ontem, eu e o Arcebispo de Arusha, Dom Josaphat Louis Lebulu, fomos ao hospital da cidade visitar os feridos levando nosso conforto espiritual”. O Núncio recorda que já estava há 5 dias em Arusha visitando a comunidade católica e para presidir a cerimônia de inauguração da paróquia onde ocorreu o atentado. Dom Padilla reconstrói assim os dramáticos momentos da explosão: “Eu e o Arcebispo de Arusha, circundados por uma multidão, estávamos no adro da Igreja. Havíamos acabado de abençoar a água que deveria ser aspergida sobre os fiéis e no lugar de culto, quando a bomba explodiu, a poucos metros de nós. Não vimos quem jogou o explosivo porque os fiéis, naquela ocasião, eram realmente muitos”.
A respeito do inquérito sobre os autores do gesto, Dom Padilla afirma que o Primeiro-Ministro da Tanzânia assegurou ao Arcebispo de Arusha que serão feitos todos os esforços para levar os culpados diante da lei. Sobre os motivos e responsabilidades do atentado, o Núncio convida à prudência. “A polícia ainda está indagando. Aguardamos os resultados do inquérito”, conclui. (L.M.) (Agência Fides 7/5/2013)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network