ÁSIA/ÍNDIA - "Dia dos mártires": em 2012, registrados 135 ataques contra os cristãos

Sexta, 25 Janeiro 2013

Nova Délhi (Agência Fides) – No ano de 2012, foram registrados oficialmente 135 ataques contra fiéis cristãos na Índia: é o que afirma um novo Relatório enviado à Agência Fides pelo "Conselho global dos cristãos indianos" (Gcic), divulgado ontem por ocasião do “Dia dos Mártires”. O Dia foi proclamado por grupos e comunidades cristãs no país, no aniversário do massacro do Pastor protestante Graham Staines, queimado vivo por extremistas hinduístas, com os seus dois filhos, em 1999.
Segundo o Relatório, apresentado pelo Bispo Sampath Kumar, da Igreja Metodista, quem guia a trágica classificação dos estados indianos onde as perseguições são mais fortes é Karnataka (Índia central) com 41 casos de ataques. Seguem Orissa com 16, Tamil Nadu com 15 casos, Madhya Pradesh com 14. Em Chhattisgarh, os episódios verificados são sete; entre outros, também Caxemira e Kerala, cada um com cinco casos.
O Bispo, ilustrando o Relatório, recordou que “o sangue dos mártires é a semente dos cristãos” segundo Tertuliano, afirmando que “os fiéis mortos estão hoje na presença do Senhor”. “A perseguição – declarou - nos permite participar dos sofrimentos de Cristo; em segundo lugar, de conduzir uma vida purificada; em terceiro lugar, de anunciar o Evangelho de Cristo". O Bispo, exortando os fiéis a “serem fortes nas perseguições”, agradeceu a todos os que se empenham na defesa dos cristãos. Depois reiterou que a sua finalidade ao escrever o livro "Burnt Alive" - dedicado à memória do Pastor Graham Staines - é "difundir uma mensagem de perdão".
Ontem, ao divulgar o Relatório, mais de 600 líderes cristãos, provenientes de diversas partes da Índia, celebraram em Bangalore, capital de Karanataka, o "Dia dos Mártires", iniciado em 1999. Muitos deles referem testemunhos de cristãos perseguidos e narram detalhes especiais de ataques contra as comunidades cristãs. Entre as iniciativas lançadas, está a doação de sangue, que pode ser "um modo prático para ajudar os fiéis em dificuldade", reiterou Sayan George, presidente do "Conselho global dos cristãos indianos". (PA) (Agência Fides 25/1/2013)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network