ÁSIA/PAQUISTÃO - Um Ministro ofende o Papa, os cristãos pedem oficialmente desculpas

Quinta, 17 Janeiro 2013

Islamabad (Agência Fides) – Os cristãos do Paquistão protestam com o Ministro do Interior, Rehman Malik, que “ofendeu o Papa e lhe deve desculpas oficiais”: “No âmbito das tensões políticas relacionadas ao maciço movimento anticorrupção liderado pelo líder islâmico Tahirul Qadri - que levou milhares de pessoas às ruas em Islamabad – insere-se também uma polêmica entre os cristãos do Paquistão e o governo. O Ministro Malik, personalidade conhecida pelo uso frequente de um tom irônico, comparou intencionalmente Qadri ao Papa. “A comparação é inútil e enganosa: o Papa não tem ambições políticas. Estas declarações caluniam o ofício do papado. Rehman Malik dever pedir desculpas oficialmente ao Papa, pois desempenha um dever de grande responsabilidade institucional” – disse à Fides pe. Emmanuel Yousaf, Diretor da Comissão nacional Justiça e Paz, recordando que “os cristãos do Paquistão sempre se distinguiram pelo apoio à democracia e os direitos humanos”. Também o senador cristão Kamran Michael, em nota enviada à Fides, estigmatizou as palavras do Ministro, que “ferem os sentimentos da comunidade cristã”, pedindo um esclarecimento imediato. Segundo o senador, palavras deste gênero “faltam de respeito e podem comprometer os esforços em favor da harmonia religiosa e a fraternidade no país”. (PA) (Agência Fides 17/1/2013)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network