VATICANO - Observações de Dom Savio Hon Tai-Fai, S.D.B, Secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos

Quinta, 13 Dezembro 2012

Cidade do Vaticano (Agência Fides) - Na decisão tomada na Conferência dos Bispos Católicos da China e da Associação Patriótica Católica Chinesa, de retirar a aprovação a Dom Tadeu Mas Daqin, o Secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos, Dom Savio Hon Tai-Fai, S.D.B, disse:
1) Na Igreja Católica, as Conferências Episcopais têm o poder de nomear ou aprovar um bispo, retirar seu mandato ou impor sanções contra ele e não a Conferência dos Bispos Católicos da China que não foi reconhecida pela Santa Sé. Portanto, Dom Ma Daqin permanece em sua função de Bispo Auxiliar de Xangai. A medida em palavra, sob termo eclesial, não tem valor jurídico e cria inutilmente uma divisão no país.
2) O Arcebispo se comportou com admirável fidelidade à Igreja e professou amor sincero por seu país. O Cardeal Filoni, Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, já manifestou apoio a Dom Ma em seu recente artigo, publicado no nº 167 da revista Tripod de Hong Kong.
3) Muitos fiéis católicos de todo o mundo se dirigiram a este dicastério para manifestar seu pesar pelo abuso cometido pela Conferência Episcopal dos Bispos Católicos da China e pela Associação Patriótica. Esta injustiça é ainda mais dolorosa, porque danifica a comunhão e disciplina da Igreja Católica, precisamente no Ano da fé.
4) Os católicos são convidados a participar das iniciativas eclesiais de oração, promovidas em várias dioceses, para manifestar a participação nos fatos de Bispo Ma e daqueles que na China vivem em situações semelhantes. Para este fim se poderia incluir uma intenção de oração na celebração eucarística. (Agência Fides 13/12/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network