ÁSIA/PAQUISTÃO - Profanada imagem de Maria em paróquia de Faisalabad

Terça, 11 Dezembro 2012

Lahore (Agência Fides) – No dia 30 de novembro, em uma Igreja católica de Chak Jhumra, diocese de Faisalabad, em Punjab, a destruição a pedradas da imagem da Virgem Maria causou horror, medo, indignação e ansiedade. Em fevereiro de 2010, dois religiosos Camilianos (MI), o italiano fr. Luca Perletti, Secretário geral MI, e o paquistanês padre Mushtaq Anjum, foram hóspedes do local. O paquistanês, missionário há 12 anos nas Filipinas, proveniente da diocese de Faisalabad, enviou à Agência Fides uma reflexão sobre o ocorrido.
“O autor deste enésimo gesto de violência é um jovem muçulmano local, de 26 anos” – diz pe. Mushtaq. “A notícia teve maior destaque também pelo fato que se trata da estátua de Nossa Senhora, uma imagem também venerada pelos muçulmanos”. Em seu relato à Fides, o Camiliano afirma que “para que sejam respeitadas a lei e a ordem da sociedade, este gênero de episódio não pode ficar no silêncio e seus autores impunes. Esta profanação tocou profundamente os sentimentos da minoria cristã. Incidentes deste tipo não devem jamais interromper nosso trabalho a favor do diálogo. O governo do Paquistão deve respeitar os direitos fundamentais das minorias e fornecer um local seguro no qual viver plenamente como cidadãos paquistaneses” – conclui o missionário. A paróquia foi fundada pelos Dominicanos em 1948, administrada em seguida pelo clero diocesano e sucessivamente, em 1983, pela Sociedade Missionária de São Paulo, MSSP. (MA/AP) (11/12/2012 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network