http://www.fides.org

America

2003-07-22

AMÉRICA/VENEZUELA - RENOVADO O COMPROMISSO DOS BISPOS PARA COM A EVANGELIZAÇÃO: UMA CHAMADA À CONVERSÃO, AO RENOVAMENTO ESPIRITUAL E MORAL, PARA CONSTRUIR UMA PÁTRIA FUNDADA SOBRE A PAZ, RESPEITO E SOLIDARIEDADE

Caracas (Agência Fides) – “O povo venezuelano no presente vive submerso pela angústia e na incerteza para com o futuro. Assim, nós Arcebispos de Bispos da Venezuela, reunidos na 80ª Assembléia ordinária, nos sentimos como Pastores, na exigência de acompanhá-lo e, ao mesmo tempo, de encorajá-lo a caminhar na esperança que conduz à paz, que é cristo, Príncipe da Paz”. São as palavras introdutivas da Exortação final da 80ª Assembléia Plenária ordinária do Episcopado Venezuelano ocorrido em Caracas (Venezuela), de 7 a 12 de julho, na qual foram afrontadas questões de grande importância para o país, como de resto havia afirmado na abertura da Assembléia, S.E.Dom Baltazar Enrique porras Cardozo, Arcebispo de Mérida e Presidente da Conferência Episcopal Venezuelana (CEV) destacando que “as respostas e decisivas devem orientar-se à pesquisa de soluções pacíficas que sejam capazes de banir o clima de exasperação e violência, através de acordos sem segundos fins e com regras de jogo claras”.
O documento coloca em destaque a grave situação política e socioeconômica em que se encontra atualmente a nação da Venezuela, onde “se deteriora a paz e a convivência, o que produz nos venezuelanos o desconforto e um crescente pessimismo em relação ao futuro da nação”. Os Bispos assinalam as diversas acusas desta situação: crescimento da pobreza, crescimento da corrupção, violência, homicídios, falta de respeito à vida, seqüestros, violação sistemática dos direitos humanos, conflitualidade, conflitos no campo político, etc...
Diante desta situação os Bispos afirmam. “O grande trabalho que temos adiante neste momento crítico da nossa história é a responsabilidade que temos de construir uma sociedade me paz, fundada sobre a cooperação, sobre a solidariedade, sobre a tolerância e o diálogo para o bem estar da nação”. Por isso – continua o documento – “ratificamos o nosso compromisso para com a evangelização, para chamar à conversão e ao renovamento espiritual e moral dos venezuelanos, formando uma consciência sobre a dignidade de cada pessoa, a solidariedade, a tolerância, deixando a parte o egoísmo e o ódio que, infelizmente, foi semeado nas pessoas”. Mas para recuperar a paz, revelam os Bispos, é necessário recuperar a confiança nos poderes públicos e nas demais instituições, e é necessária a participação de todos os cidadãos no momento em que são tomadas as grandes decisões, assim como se deve garantir transparência e respeito pelas consultas expressas pelo voto.
Os Bispos chamam a atenção dos meios de comunicação para que garantam o respeito e o serviço à verdade, promovendo paz, justiça e liberdade: de fato, estes desempenham um papel importante na melhoria da situação do País. O texto conclui convidando os venezuelanos a “renovar a fé com a esperança de construir uma Pátria mais justa e mais digna”.
(RG) (Agência Fides 22/7/2003; linhas: 41; palavras: 504)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network