ÁFRICA/NIGÉRIA - Desastre nacional: as enchentes atingiram até agora sete milhões e 700 mil pessoas

Quarta, 7 Novembro 2012

Lagos (Agência Fides) - Continua a se agravar o balanço das vítimas causadas pelas piores inundações registradas nas últimas décadas no sul da Nigéria (veja Fides 11/10/2012). Segundo as estimativas da Agência Nacional para a Gestão das Emergências da Nigéria (NEMA), desde o mês de julho, cerca de 400 pessoas morreram e dois milhões e 100 mil tiveram que abandonar suas casas. As enchentes, definidas pelas autoridades locais ‘desastre nacional’, atingiram sete milhões e 700 mil pessoas, das quais 18.282, levadas pela correnteza dos rios, ficaram feridas. Apesar de as autoridades não confirmarem, as consequências do desastre são muito graves e poderiam causar uma crise alimentar por causa da agricultura que ficou submersa. Danos também foram registrados na extração petrolífera, uma das principais fontes de renda pública, e a produção se reduziu a 500 mil barris ao dia, cerca de um quinto do seu potencial. A maior parte das vítimas criticou a resposta inadequada das autoridades, apesar de todos os anos fortes chuvas se abaterem entre agosto e outubro nos estados de Bayelsa e Delta. (AP) (7/11/2012 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network