ÁSIA/PAQUISTÃO - Ano da Fé: o Catecismo em urdu é útil para cristãos e muçulmanos

Sexta, 19 Outubro 2012

Cidade do Vaticano (Agência Fides) - Urge no Paquistão "em um esforço para renovar a catequese, o Papa nos pede na Porta fidei. Este compromisso cabe aos sacerdotes, religiosos, missionários e leigos e será levado adiante graças à nova edição do Catecismo da Igreja Católica em urdu, lançado pela Igreja por ocasião do Ano da Fé. É um trabalho que também serve para os muçulmanos a compreender o rosto autêntico de nossa fé": é o que explica à Agência Fides Dom Sebastian Shaw, Bispo Auxiliar de Lahore e presidente da Comissão para a Catequese na Conferência Episcopal do Paquistão. O Bispo, que está participando dos trabalhos do Sínodo dos Bispos sobre a Nova Evangelização, em andamento no Vaticano, disse num colóquio com Fides: "Os fiéis do Paquistão estão felizes com o Ano da Fé e o vivem como uma oportunidade providencial. Para nós, é a ocasião para aumentar a nossa fé. Existem pequenas comunidades de uma ou duas pessoas ou de uma única família cristã em vilarejos perdidos. Os nossos sacerdotes e missionários leigos visitam essas comunidades, mesmo que se encontrem em áreas remotas, justamente para manter acesa essa pequena chama da fé".
Entre os novos instrumentos que ajudam as comunidades católicas, o Bispo cita: "Traduzimos em urdu um livro dedicado ao Credo, que servirá aos fiéis na profissão pública da fé, também este é um convite do Papa". Outro subsídio se intitula "Esta é a minha fé" e explica a todos os símbolos, os sinais e os significados principais da fé cristã: "Nós o usamos para a transmissão da fé nas famílias – explica o Bispo –, e é muito eficaz. Ele é usado, como nos foi pedido, também por comunidades cristãs de outras denominações".
A obra mais importante é, em todo caso, a tradução do “Catecismo da Igreja Católica” em urdu. Foi realizada e difundida a primeira parte do volume e, em dois anos, se prevê que seja concluída a segunda parte. O Bispo a define "uma obra fundamental para explicar e fazer compreender aos fiéis paquistaneses, mas também a todos os muçulmanos, os conteúdos e a doutrina fundamental da fé católica". E acrescenta: "Será de grande ajuda para todas as comunidades cristãs. É um instrumento que ajuda a crescer e progredir rumo à santidade. A missão da Igreja no Paquistão hoje é fazer de modo que as pessoas vivam o Evangelho e caminhem rumo à santidade. É preciso que cada um de nós trabalhe pela própria santidade: isso se torna luz para a sociedade. Por isso, é importante aprofundar a fé e o Catecismo que a transmite". "É a fé - conclui – que ajuda cada pessoa a redescobrir o verdadeiro sentido da vida, também nos sofrimentos e nas dificuldades". (PA) (Agência Fides 19/10/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network