http://www.fides.org

Asia

2012-10-18

ÁSIA/ORIENTE MÉDIO - Os cristãos diante dos conflitos no Oriente Médio

Roma (Agência Fides) – As reivindicações dos povos árabes para obter reformas constitucionais, econômicas e sociais são justas e legítimas, mas não a pretensão de impor essas mudanças "de fora e através da força", como a escolha de provocar “a violência e a guerra” em nome desses objetivos. Este é um dos critérios de discernimento que emergiram durante uma reunião de Patriarcas, Cardeais e Bispos que se realizou à margem dos trabalhos do Sínodo dos Bispos sobre a Nova Evangelização, em andamento no Vaticano. O encontro – do qual participou, entre outros, o Cardeais Timothy Dolan, Leonardo Sandri, Louis Tauran e Pèter Erdò, com o Patriarca greco-mequita Grégoire III Laham – se realizou segunda-feira, 15 de outubro, no Pontifício Colégio Maronita, a convite do Patriarca da Igreja maronita Béchara Boutros El Raï, e deu a ocasião para um confronto sobre o papel dos cristãos no Líbano e no Oriente Médio na atual, delicada conjuntura histórica e política.
Da síntese da reunião, enviada à Agência Fides, emerge que em relação à crise síria, os padres sinodais presentes na reunião concordaram sobre o fato de que uma solução do conflito e a realização das reformas sejam alcançadas “através do diálogo e da negociação política e diplomática”. Os presentes também reiteraram que, na base das tensões e das divisões no Oriente Médio, há “o conflito entre israelenses e palestinos e o conflito árabe-israelense”, sobre os quais a comunidade internacional é chamada a favorecer a aplicação das resoluções internacionalmente legitimadas.
Os Patriarcas, os Cardeais e os Bispos reunidos no Pontifício Colégio Maronita também compartilharam o pesar pela política de algumas potências da área médio-oriental e ocidental que “exploram os protestos populares e suas reivindicações para semear o caos e promover os conflitos internos e sectários”, preocupadas somente em incrementar o tráfico de armas e afirmar os próprios interesses estratégicos. Todos concordaram que nesta fase histórica o road map para os cristãos do Oriente Médio é representado pelas palavras pronunciadas por Bento XVI durante sua recente visita apostólica ao Líbano. O convite dirigido a todos os cristãos da área médio-oriental é “perseverar em seu testemunho único de convivência entre muçulmanos e cristãos”, resistindo também aos conflitos religiosos e culturais que são fomentados por míopes interesses políticos "por algumas potências regionais e internacionais". (GV) (Agência Fides 18/10/2012)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network