ÁSIA/LÍBANO - O mosaico religioso libanês

Terça, 11 Setembro 2012

Roma (Agência Fides) - O Líbano representa a sociedade religiosamente pais variegada e diversificada do Oriente Médio, com 18 grupos confessionais reconhecidos oficialmente. Dentre os cristãos, a Igreja católica maronita – cujas origens datam da congregação monástica autóctone fundada pelo asceta siríaco São Marun, no início do V século – representa a comunidade preponderante. Além dos maronitas, a catolicidade libanesa compreende também melquitas, sírio-católicos, caldeus, católicos latinos, e armênio-católicos. As outras denominações cristãs compreendam greco-ortodoxos, protestantes e pertencentes às Igrejas orientais ortodoxas pré-cacedonenses (que na época rejeitaram algumas definições do Concílio de Calcedônia): Igreja apostólica armênia, Igreja sírio-ortodoxa, Igreja assíria e Igreja copta.
Também no Líbano o Islã é dividido entre xiitas e sunitas, aos quais se somam os grupos – de origem xiita, mas heterodoxos – dos alawitas e ismaelitas, além dos seguidores da religião drusa, seita de derivação muçulmana que absorveu elementos gnósticos e exotéricos. Ainda existe uma pequena comunidade hebraica, com alguns milhares de membros concentrados na área de Beirute.
As relações numéricas entre as diversas comunidades religiosas não podem ser definidas com precisão. Os libaneses residentes no país são cerca de 4 milhões e 200 mil. Mas desde 1932 nenhum censo oficial apontou um mapa detalhado do Líbano do ponto de vista religioso, talvez para não alimentar tensões, colocando em risco o equilíbrio político baseado na distribuição dos cargos institucionais com base confessional. Estimativas oficiosas devem ser avaliadas levando em consideração que muitas comunidades tendem a exagerar no número de seus membros, e que as estatísticas demográficas oficiais não contabilizam centenas de milhares de refugiados palestinos.
Segundo projeções recorrentes relativas às estatísticas oficiais fornecidas pela Intelligence dos EUA, atualmente os muçulmanos, somados aos drusos – estimados em 5% - representam cerca de 60% da população libanesa, com uma prevalência dos xiitas sobre os sunitas, e os grupos menores (alawitas, ismaelitas) são calculados em cerca de 1%. Em seu conjunto, os cristãos seriam cerca de 40% da população, e os maronitas avaliados ao redor de 23% do total.
Segundo números do Anuário Estatístico da Igreja, em 31 de dezembro de 2011, os católicos no Líbano eram 2.148.000, as circunscrições eclesiásticas 24, os Bispos 53 (em 31/7/2012), os sacerdotes diocesanos 840, os sacerdotes religiosos 703, os diáconos permanentes 33, os religiosos não sacerdotes 147, as religiosas 2.650, os catequistas 483, os seminaristas menores 62, os seminaristas maiores 390. A Igreja administra 647 escolas maternas e fundamentais, 229 escolas de ensino médio, 31 escolas superiores e universidades, 358 centros de saúde, de assistência e beneficência. (GV) (Agência Fides 11/9/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network