AMÉRICA/CHILE - Um projeto de "Casas compartilhadas" para as pessoas que vivem nas ruas

Sexta, 15 Junho 2012

Santiago de Chile (Agência Fides) - No Chile, 12.255 pessoas vivem pelas ruas, entre as quais 2.003 são adultos e 725 crianças. Segundo relatório realizado pelo Ministério para o Desenvolvimento Social em 2011, 77% deles trabalham como vendedores ambulantes e manobristas ou fazem limpezas nas fábricas. Comem duas vezes por dia e sofrem discriminações: 22% denuncia agressões ou maus-tratos por parte de grupos criminosos ou quadrilhas, 16% por parte da polícia e 13% dos próprios pedestres. Para fazer frente a esta emergência, acaba de ser lançado um projeto de "Casas Compartilhadas", onde as pessoas que vivem nas ruas usufruem de uma habitação alugada pelo Ministério para o Desenvolvimento Social, e com os lucros de cada um compartilham as despesas comuns. No centro de Santiago, onde atualmente se registram temperaturas muito baixas, centenas de pessoas esperam estudantes voluntários que, à noite, levam a eles alimentos, pão e ovo, e fazem fila para ter um prato quente de massa ou legumes. (AP) (15/6/2012 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network