http://www.fides.org

Asia

2012-06-09

ÁSIA/LAOS - "Demasiado carisma, demasiadas conversões": preso um Pastor cristão

Luang Namtha (Agência Fides) – Um líder cristão foi preso no Laos. O Pastor cristão Asa Canta, 53 anos, líder de uma Igreja cristã protestante da aldeia de Peeyeur, no distrito de Sing, na província de Luang Namtha (noroeste do Laos), foi preso pela polícia de modo totalmente arbitrário na tarde do dia 6 de junho. A prisão é completamente imotivada, pois ao Pastor, pessoa moderada, benévola e inocente, não foi contestado nenhum crime ou delito. Sua “culpa” – explicam fontes da Fides - é somente ser uma “pessoa demasiadamente carismática, e ter atraído muita gente à fé cristã”. Logo depois de sua prisão, as autoridades provinciais dispuseram sua transferência ao cárcere provincial de Luang Namtha, a cerca de 50 km de sua aldeia natal, onde vivem 115 habitantes cristãos, justamente para extirpá-lo de sua comunidade. Segundo a praxe, os inquéritos sobre eventuais reatos duram cerca de três dias, durante os quais os suspeitos permanecem retidos em delegacias locais. No entanto, no caso do Pastor Asa, sua transferência ao cárcere provincial ocorreu imediatamente, sem alguma inquérito.
O Pastor Asa lidera algumas comunidades cristãs tribais, pertencentes à etnia akka. Nos distritos de Sing e de Rong, na província Luang Namtha, existem cerca de 15 igrejas cristãs de comunidades étnicas akka, coordenadas pelo Pastor. Asa já foi preso dois anos atrás e obrigado a assinar um "affidavit", prometendo que não faria obras de proselitismo. Todavia, em 2012, muitas pessoas conheceram o cristianismo e quiserem se converter graças a seu testemunho. Como informa a Ong "Human Rights Watch for Lao Religious Freedom" (HRWLRF) em nota enviada à Fides, no dia 7 de junho, o Pastor Khamla, líder provincial dos cristãos de Luang Namtha, esteve na polícia para se informar sobre o motivo da prisão do Pastore Asa e soube que as autoridades o acusam de “conduzir as pessoas a acolher a fé cristã”.
Segundo alguns líderes cristãos locais, as autoridades civis da província de Luang Namtha querem eliminar o cristianismo do território provincial. A Ong HRWLRF pede ao governo central que faça respeitar em todas as províncias a liberdade religiosa, ordenando às autoridades provinciais que permitam aos cristãos manifestar a própria fé e o próprio culto, como garantido pela Constituição do Laos. (PA) (Agência Fides 9/6/2012)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network