http://www.fides.org

Asia

2003-07-21

ÁSIA/INDONÉSIA - OS JOVENS, INSTRUMENTOS DE PAZ NAS REGIÕES DE CONFLITO: O PRIMEIRO ENCONTRO NACIONAL DA INFÂNCIA MISSIONÁRIA NA INDONÉSIA

Jacarta (Agência Fides) – “Crianças e adolescentes da infância Missionária são mensageiras de amizade e de paz na Indonésia”, afirmou em uma entrevista com a Agência Fides o Pe. Terry Ponomban, Diretor das Pontifícias Obras Missionárias (POM) na Indonésia, relembrando os frutos do primeiro Encontro nacional da pontifícia Obra da Infância missionária indonésias, ocorrida entre 4 a 6 de julho em Jacarta.
Tal como conta à Agência Fides o Pe. Terry, nos últimos anos os jovens da Infância Missionária, conhecidos na Indonésia com o nome de SEKAR (Serikat Kepausan Ank dan Relaja: pontifícia Obra missionária das crianças e adolescentes) contribuíram para levar a paz e a serenidade em inúmeras áreas do País atingidas pelos conflitos ou reduzidas por anos de violência, levando uma mensagem de paz aos seus concidadãos. Os jovens são muito ativos sobretudo nas ilhas Molucas, nos últimos anos afligida pela guerra civil: a cada mês organizam dias de festa e fraternidade com as crianças refugiadas; em Kalimantan ocidental, na ilha do Bornéu, o grupo é composto por crianças das diversas etnias em luta, que aprendem a respeitarem-se e amarem-se uns aos outros; no Timor Oeste, ainda pleno de desabrigados após o conflito de 1999, organizam atividades recreativas e rezam juntos nos campos de refugiados. “É preciso reapresentar o papel dos jovens como missionários na Igreja: estes têm espontaneidade, se aproximam com facilidade dos seus iguais sem preconceitos, sem discriminações de religião e podem ser autênticos operadores de paz na Indonésia”, observa Pe. Terry.
Pe. Patrick Byrne, Secretário Geral da Infância missionária, que participou do encontro de Jacarta, está muito satisfeito. Em uma entrevista com a Agência Fides explica: “Foi uma verdadeira festa de cores e cantos alegres. Foi o fruto do bom trabalho desempenhado nos últimos anos. 871 crianças, jovens e adolescentes, entre 6 e 18 anos, provenientes de toda a Indonésia, até mesmo das regiões mais distantes como Bornéu e Pápua participaram do encontro. Também estavam presentes cerca de 160 adultos, animadores, catequistas, professores, entre os quais a coordenadora da Infância Missionária francesa, Bendicte Duhamel, e delegações da Tailândia, Filipnas, Coréia e Bangladesh”.
As crianças puderam participar graças a um comitê central de bem-feitores organizado por Pe. Terry Ponomban, à rede de Diretores diocesanos e à contribuição dos Bispos. Os jovens viveram dias de oração, instrução sobre temas missionários, de jogos e debates em grupo. o objetivo do encontro era celebrar os 160 anos da instituição da infância missionária, exprimindo, destacou o Pe. Byrne, “ a capacidade dos jovens de viver a dimensão da missão ad gentes, rezando pelas crianças que não conhecem a Jesus e fazendo pequenos sacrifícios para estarem próximos das crianças necessitadas. O encontro foi uma expressão da solidariedade das crianças católicas em direção a todo o povo indonesiano: os nossos projetos, de fato, dizem respeito a crianças de todas as religiões”. Pe. Byrne afirma que “a mensagem das crianças pode ser útil para ter vivo e espírito missionário na Indonésia” e espera que “um evento como este possa se repetir em outros países do Sudeste asiático”. E agora as POM indonésias já pensam em um grande Congresso missionário pera 2004.
(PA) (Agência Fides 21/07/2003 – linhas: 44; palavras: 540)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network