http://www.fides.org

Africa

2012-05-04

ÁFRICA/MOÇAMBIQUE - Jovem missionário morto durante assalto à missão de Liqueleva

Liqueleva (Agência Fides) - Pe. Valentim Eduardo Camale, dos Missionários da Consolata (IMC), foi barbaramente morto em 3 de maio de 2012 durante assalto à missão de Liqueleva (Moçambique), ocorrida às 20h. Segundo informações enviadas à Agência Fides, Pe. Valentim foi atacado por quatro ladrões, e reagiu imobilizando um dos bandidos, mas os outros três o agrediram até a morte. Encontrado numa poça de sangue por Pe. Fabio Malesa, que voltava do trabalho pastoral, foi transportado urgentemente ao hospital, mas morreu a caminho.
O Superior-geral dos Missionários da Consolata, pe. Stefano Camerlengo, que se encontra em vista às comunidades da Costa do Marfim, escreveu a todos os missionários do instituto: "Eu os convido a unirem-se para fazer memória do nosso padre Camale Valentim, que foi morto, esta noite, por bandidos na nossa missão de Liqueleva, em Moçambique. Uma morte violenta como esta nos deixa perplexos pela atrocidade do ocorrido e pela impotência que fica dentro de nós. Não é fácil entender quanto vale uma vida diante da dinâmica desse fato, não é fácil "ler" com a fé uma morte assim, não é fácil entender o porquê da morte desse jovem missionário, não é fácil justificar e perdoar quem cometeu uma ação violenta do gênero.
Por isso, caríssimos, convido cada comunidade a recordar o padre Valentim com uma celebração comunitária, acendendo uma vela e celebrá-lo no silêncio da oração para que o Senhor o acolha no céu, dê consolação à sua família e dê a nós a paz e a força para continuar a servi-lo na missão apesar de tudo! A lei do Evangelho é a da semente que ao cair por terra 'morre' para produzir o seu fruto. Que o Espírito Santo nos ampare, e em especial quem se encontra em condições de sofrimento, de ameaça e de risco". (SL) (Agência Fides 04/05/2012)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network