ÁSIA/MIANMAR - Aung San Suu Kyi no Parlamento: para os Bispos é "um bom sinal para o futuro"

Quarta, 2 Maio 2012

Mawlamyine (Agência Fides) - Os bispos de Mianmar expressaram satisfação e esperança para "o novo passo adiante" dado hoje pelo país: com o juramento oficial de hoje, a histórica líder democrática Aung San Suu Kyi entrou oficialmente a fazer parte do Parlamento birmanês com outros membros de seu partido, a Liga Nacional para a Democracia. Após do apelo em favor da unidade, lançado pelo Secretário Geral da ONU, Ban Ki Moon, Aung San Suu Kyi decidiu não boicotar o evento, como anunciado nos dias passados.
Dom Raymond Saw Po Ray, presidente da Comissão "Justiça e Paz" da Conferência Episcopal, interpelado pela Agência Fides, disse: "Estamos muito satisfeitos com esta etapa: acreditamos que é uma melhoria, para a mudança e renovação do país". "É um bom sinal para o futuro" depois de muitos outros que já foram feitos, observa o bispo. Mas, "antes de falar sobre a nova era", comentou, ainda é preciso ser prudentes e dizer que "estamos no início de uma nova fase, uma vez que existem ainda muitos desafios pela frente". Um deles, insiste ele, é a paz com as minorias étnicas: "Atualmente, alcançamos o cessar-fogo em vários focos de conflitos com as minorias étnicas, mas no norte do país, na área Kachin, a situação ainda é muito difícil e problemática, por diversos fatores relacionados à presença do exército e também a influência de potências estrangeiras".
A Igreja Católica, pequena minoria, conclui o bispo, "está trabalhando na sociedade, com a população, ao lado de funcionários civis e outras comunidades religiosas, para contribuir na renovação do país". (PA) (Agência Fides 2/5/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network