http://www.fides.org

America

2003-07-18

AMÉRICA/BRASIL - RUMO AO CAM 2: ABERTO O I CONGRESSO NACIONAL MISSIONÁRIO: “SUSCITAR E COLOCAR A SERVIÇO DA MISSÃO AD GENTES O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS E ENERGIAS”: A EXORTAÇÃO DO CARDEAL SEPE NA ABERTURA DO I CONGRESSO MISSIONÁRIO BRASILEIRO

Belo Horizonte (Agência Fides) – Começou em, 17 de julho, em Belo Horizonte (Brasil), o I Congresso Nacional Missionário na Igreja no Brasil, em preparação para o Cam 2, que se realizará em Guatemala, em novembro próximo.
O congresso tem como título “Brasil , a tua vida é missão” e tema “Enviados aos Confins do Mundo para anunciar o Evangelho da Paz, a partir da pobreza, da Alteridade e do Martírio no Meio de Nós” e reúne mais de 400 representantes de Institutos e Congregações missionários, religiosos, religiosas e leigos empenhados ou interessados no tema da Missão , que durante os próximos dias, refletirão a missionariedade da Igreja do Brasil a partir de três eixos temáticos: “Fundamentos da missão”, “Os sujeitos da missão” e “ Os desafios da missão hoje”.
Durante a sessão de abertura, iniciada às 18 horas nas instalações da Pontifícia Universidade Católica de Belo Horizonte, foi lida a mensagem enviada por S. Emcia. Cardeal Crescenzio Sepe, Prefeito da Congregação para a Evangelização do Povos, em que o Prefeito di Dicastério Missionário do Vaticano lembra a todos os participantes que “a tarefa dos inúmeros comitês e conselhos, a nível regional e nacional diretamente envolvidos neste evento de animação missionária corresponde em desenvolver e coordenar em maneira ágil e eficaz a obra de animação e cooperação missionária no Brasil, não apenas como um momento de encontro e reflexão, mas sobretudo, para suscitar e colocar a serviço direto da missão ad gentes o maior número de pessoas e de energias”. Em sua carta, o Cardeal Sepe retoma os compromissos fundamentais do COMBLA V - “tomar consciência mais clara da responsabilidade e significado histórico de nossa vocação missionária pelo mandato de Cristo em relação a outros Países e Continentes, para retribuir com gratidão e dom recebido nesses séculos de Evangelização” – e do Congresso Americano Missionário no Paraná, Argentina (1999) , em que a Igreja na América assumiu com decisão “a responsabilidade missionária ad gentes, de maneira que a animação missionária seja o eixo transversal de toda a atividade evangelizadora”. O Cardeal Crescenzio Sepe também citou também as palavras do Santo Padre João Paulo II, em sua exortação pós Sinodal Ecclesia in América, em que afirma que “...as Igrejas Particulares da América estão chamadas a estender o seu impulso evangelizador para além das fronteiras continentais. Não podem guardar para si as imensas riquezas de seu patrimônio cristão”.
Por fim o Cardeal Sepe recorda que o êxito da ação pastoral missionária depende da santidade dos evangelizadores: “ ...para levar a cabo e realizar plenamente ditos propósitos ...é necessário percorrer um caminho de santidade pessoal e comunitário, vivido no cotidiano, com a consciência de colaborar ativamente com a construção do reino de Deus. garantia de uma eficaz ação pastoral e evangelizadora, também em sua dimensão ad gentes, é a santidade dos evangelizadores”.
O I Congresso Nacional Missionário brasileiro se encerrará com uma celebração de envio na manhã de Domingo, 20 de julho.
(M.R) (Agência Fides, 18/07/2003 – linhas: 47; palavras: 558)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network