http://www.fides.org

Asia

2011-12-22

ÁSIA/CAMBOJA - As 12 "boas notícias" do Vigário apostólico de Phnom Penh

Phnom Penh (Agência Fides) – A comunidade católica cresce na fé, empenhando-se na formação e na caridade: é o que escreve Dom Olivier Schmitthaeusler, MEP, Vigário apostólico de Phnom Penh, numa carta pastoral divulgada em vista do Natal e enviada à Agência Fides. O Natal é a “Boa Nova” da Encarnação de Deus: com este espírito, Dom Schmitthaeusler compartilha com a sua comunidade 12 “boas notícias” ocorridas em 2011, que constituem sinais de esperança para os fiéis cambojanos.
O Vigário começa o seu elenco recordando o nascimento do movimento dos escoteiros no Camboja, iniciado graças ao trabalho do Departamento para a Pastoral das crianças e dos jovens, que envolve mais de 1.000 crianças. Depois existe – segundo o texto – a abertura do “Vilarejo da Paz”, que acolhe nove famílias atingidas pelo vírus da Aids e abriga também um centro diurno para crianças com graves dificuldades. Sinal positivo – nota o Bispo - é ainda a abertura da “Escola da Fé”: um curso de mais de 500 horas de estudo bíblico, teológico, espiritual, ético, que encontrou uma resposta entusiasmada por parte dos leigos.
O Vigário recorda também o lançamento do Ano Pastoral, sobre o tema “Estar com Jesus”, com realização trienal, aberto em junho de 2011 na presença de mais de mil delegados provenientes de todo o Vicariato, que marcará a vida de todas as pequenas comunidades.
Uma atenção especial (o quinto ponto) foi reservada aos jovens: com a participação na Jornada Mundial da Juventude de Madri, e com a peregrinação de 180 jovens para recordar dois mártires cambojanos: o Bispo Tep, o primeiro Prefeito Apostólico de Battambang, e Padre Jean Badre, brutalmente assassinados em 1975, no período dos Khmer vermelhos.
A carta cita, em sexto lugar, a reunião anual dos Bispos de Camboja e Laos (CELAC), realizada numa atmosfera fraterna, que escolheu justamente o Vigário de Phonm Penh como representante para o próximo Sínodo dos Bispos, que se realizará em Roma em outubro de 2012.
A sétima boa notícia é a profissão dos votos temporários para duas freiras da Providência, além da criação do “Conselho dos Superiores dos religiosos e das religiosas de Camboja”, representando 38 congregações religiosas presentes na Igreja local. Uma "Aliança para a Caridade" (o ponto nono) foi criada por vinte ONGs católicas e grupos católicos que ajudam os pobres, os portadores de deficiência, os doentes, para "responder de maneira eficaz a missão de amor confiada aos católicos". O Vigário Apostólico recorda, enfim, as últimas três "boas notícias": a "noite de oração pelas vocações sacerdotais e religiosas", que envolveu toda a comunidade; o início do processo diocesano de beatificação de 19 mártires cambojanos, dentre Dom Salas Chmar, primeiro Bispo do Camboja, e seus companheiros; a celebração de 10º aniversário de ordenação de 4 sacerdotes cambojanos. (PA) (Agência Fides 22/12/2011)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network