OCEANIA/AUSTRÁLIA - Aberta a todos a recordação das vítimas das Torres Gêmeas

Sexta, 9 Setembro 2011

Sidney (Agência Fides) – Será uma celebração aberta a todos, sem qualquer limite ou discriminação, que se realizará no domingo, 11 de setembro, presidida pelo Card. George Pell, Arcebispo de Sidney, na Catedral de Santa Maria, para recordar as 3.000 vítimas do atentado de 11 de setembro de 2001 em Nova Iorque. Como referido à Agência Fides pela Igreja local, na recordação serão citados, em especial, os 200 cidadãos australianos mortos no desastre. Participarão autoridades civis e religiosas, fiéis de todas as comunidades religiosas, membros de organizações da sociedade civil, mas também laicos que querem refletir e homenagear as vítimas do atentado. Da celebração do décimo aniversário do atentado participarão também pessoas famosas e personagens do mundo da música para uma apresentação musical. A atitude escolhida pela comunidade de Sidney é completamente diferente da dos Estados Unidos, onde os líderes religiosos não poderão participar da cerimônia oficial. "Trata-se de algo inclusivo, que não pretende excluir ninguém", explicam membros da Igreja australiana. "O 11 de setembro é um dia a não ser esquecido. A sua memória pertence a todos os homens de boa vontade". Os cristãos recordam que entre as vítimas do atentado às Torres Gêmeas há também um frade franciscano, Fr. Micheal Judge OFM, que era capelão dos Bombeiros de Nova Iorque e que morreu sob a queda da primeira torre. (PA) (Agência Fides 9/09/2011)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network