ÁFRICA/ANGOLA - Cinco países da África austral criam uma área comum de desenvolvimento sustentável

Sábado, 13 Agosto 2011

Luanda (Agência Fides) – Torna-se sempre mais concreta a criação de uma área ecologicamente protegida na região fronteiriça de Kavango Zambesi (Kaza-ATFC).
Como informa o jornal angolano "Apostolado", esta é uma iniciativa de desenvolvimento sustentável que interessa cinco países africanos e permitirá a união de 14 áreas de importância internacional.
Com extensão de 278.000 km2, a área compreende Angola, Botsuana, Namíbia, Zâmbia e Zimbábue.
Segundo um relatório da Direção Nacional angolana de Biodiversidade, o projeto quer estabelecer uma área de conservação natural trans-fronteiriça e de destino internacional para o eco-turismo nas regiões da bacia hidrográfica dos rios Kavango e Zambesi.
O projeto está submetido ao exame dos 5 países. O acordo será assinado até o final do ano. De acordo com o documento, já foram instituídos diversos grupos técnicos relativos a questões de manutenção ambiental, comunidades locais, defesa e segurança, comunicações e turismo.
Dentre outros objetivos, o projeto quer também manter a biodiversidade, dividir os benefícios dos recursos naturais e permitir o desenvolvimento sustentável das comunidades locais e do eco-turismo.
Em Angola, o projeto interessa a província de Kubango, no sudeste, e compreende seis áreas ambientais, duas reservas parciais (Luiana e Mavinga) e quatro regiões abertas de caça (Mucusso, Long-Mavinga) e Luengo Luiana) .
Estas áreas ocupam uma superfície de cerca de 87.000 km2.
(L.M.) (Agência Fides 13/8/2011)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network