http://www.fides.org

Asia

2011-04-30

ÁSIA/JAPÃO - Os sofrimentos do povo japonês confiados ao beato João Paulo II

Tóquio (Agência Fides) – Um grupo de peregrinos cristãos japoneses, acompanhados por um religioso Salesiano, chegou a Roma para participar da beatificação de João Paulo II e para “confiar ao Papa polonês os sofrimentos que o povo japonês está vivendo, pedindo a sua intercessão”. É o que informa à Agência Fides pe. Mario Yamanouchi, Vigário provincial Salesiano em Tóquio, que conta como a comunidade católica local está se preparando para viver o evento da Beatificação. Toda a Igreja nipônica se mobilizou, anunciando o evento nas dioceses e paróquias e pedindo aos fiéis que se unam na oração. Vigílias de oração noturnas e Missas foram organizadas nas seis paróquias de Tóquio onde os Salesianos atuam, enquanto outras realidades eclesiais, como os Focolares ou o Caminho Neo-catecumenal promovem celebrações e encontros de oração para recordar João Paulo II e unir-se espiritualmente aos presentes na Praça São Pedro. Em virtude da popularidade do Papa Wojtyla, a Beatificação representa para os fiéis também uma oportunidade de evangelização, pois o convite a participar das iniciativas promovidas pela comunidade católica foi dirigido também a muitos não-cristãos. O evento coincide com um momento difícil para a nação e pe. Mario Yamanouchi ressalta à Fides: “A vida e a obra de João Paulo II servem para dar uma mensagem de esperança e de proximidade a todos os que sofrem hoje. Este Papa missionário, que foi também ao Japão em 1981, sofreu, e esteve próximo de quem sofrem, e hoje mostra o caminho aos cristãos japoneses. Inspirando-se a ele, hoje a Igreja Católica local testemunha o amor de Deus com uma presença forte de solidariedade, proximidade e na oração por todas as vítimas do tsunami e do terremoto”. Na diocese de Sendai, a área mais atingida, existem mais de 500 voluntários católicos, enquanto a Conferência Nacional das Religiosas estabeleceu um centro fixo em duas paróquias da diocese, onde se alternam as irmãs de todas as congregações presentes no Japão, para dar um sinal tangível de proximidade e solidariedade às vítimas. “Nesta obra, o exemplo e a vida de João Paulo II hoje nos interpelam a fazer um esforço de amor ao próximo sempre maior”, conclui Pe. Yamanouchi. (PA) (Agência Fides 30/4/2011)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network