OCEANIA/NOVA ZELÂNDIA - Esquadras de socorro ao trabalho em Christchurch: 300 dispersos sob os escombros, a maior parte turistas

Quarta, 23 Fevereiro 2011

Wellington (Agência Fides) – “Esquadras de socorro provenientes de seis nações chegaram a Christchurch para colaborar na busca de sobreviventes sob os escombros do grave terremoto que atingiu a cidade segunda-feira, 21 de fevereiro” – informa à Agência Fides Padre Paul Shannahan, SM, Diretor nacional das Pontifícias Obras Missionárias da Nova Zelândia. “Sete esquadras estão ocupadas na recuperação de cerca de 300 pessoas, em grande parte turistas, na área comercial de Auckland. Uma turma de estudantes japoneses que estava em uma escola de inglês causou preocupação. Até o momento foram recuperados 75 corpos, inclusive de pessoas que se encontravam na Catedral anglicana que desabou. Outros 23 tremores de mais de 4 graus Richter foram registrados nas últimas horas, tornando o trabalho de resgate ainda mais perigoso. Mais de mil turistas decidiram interromper suas férias no país, apesar dos tremores se limitarem à parte meridional da ilha”. Padre Shannahan convida a comunidade mundial que acompanha esta tragédia através dos meios de comunicação a unir-se na oração pelas pessoas que perderam a vida e pelos milhares de habitantes traumatizados e feridos. Dom Philip Wilson, Arcebispo de Adelaide, Presidente da Conferência Episcopal Australiana, em um comunicado recebido pela Agência Fides, enviou a Dom Barry Jones, Bispo de Christchurch, uma mensagem de pesar a todos os habitantes da área atingida pelo terremoto a todos os familiares das vítimas. “Com profunda tristeza, os Bispos australianos e todos os católicos desta nação assistem aos trágicos eventos que atingiram a população de Christchurh” – diz a mensagem. “A proximidade geográfica de nossos países e a solidariedade que compartilhamos em momentos como este nos levam a sentir uma grande dor pelo sofrimento destas pessoas”. Dirigimos nosso pensamento comovido a vocês, com a esperança que possa oferecer paz e consolação. Toda a população de Christchurch está presente em nossas orações e pedimos ao Senhor que continue a vos acompanhar”. As adesões à oração pelas vítimas do terremoto e pelos sobreviventes podem ser enviadas ao email: pmsnz@xtra.co.nz. (AP) (23/2/2011 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network