http://www.fides.org

Vaticano

2004-09-29

VATICANO - O Papa na audiência geral: “A beleza deve ser conjugada com a bondade e a santidade de vida, para que o rosto luminoso de Deus, bom e justo resplandeça no mundo”

Cidade do Vaticano (Agência Fides) - Esta manhã, o Santo Padre João Paulo II, retornado ao Vaticano de sua residência de verão de Castel Gandolfo, concedeu a Audiência Geral na Praça São Pedro, durante a qual, comentou o Salmo 44,2-10, “As núpcias do Rei”, Vésperas de Segunda-feira da 2ª semana (Leitura: Sal 44,2-3.7-8). Trata-se de um cântico nupcial em homenagem ao soberano hebraico, cuja identidade nunca foi esclarecida pelos estudiosos. “É relevante que um rei hebraico esteja na cena, porque isto permitiu à tradição judaica transformar o texto em canto ao rei Messias, e à cristã, interpretar o Salmo em chave cristológica, e, pela presença da rainha, também em perspectiva mariológica” - explicou o Papa em sua catequese.
Na primeira parte, é apresentado um esplendido retrato do soberano que está para celebrar as suas núpcias: com condecorações militares, suntuosos hábitos perfumados, e um cenário de brilhantes palácios cobertos de marfim, com salas grandiosas e notas melodiosas. No centro, eleva-se o trono, e é mencionada a coroa, dois sinais de poder e de imagem real. A este ponto, o Papa destacou dois elementos: “Primeiramente, a beleza do noivo, sinal de um esplendor interior e da bênção divina... Em um mundo quase sempre marcado pela maldade, esta imagem é um convite a reencontrar a «via pulchritudinis» na fé, na teologia e na vida social, para ascender à beleza divina. A beleza, porém, não se limita a si mesma. A segunda observação que propomos é o encontro entre a beleza e a justiça... A beleza deve ser conjugada com a bondade e a santidade de vida, para que possa resplandecer no mundo o rosto luminoso de Deus, bom e justo. Em sua saudação aos peregrinos de língua italiana, ao final da catequese, o Santo Padre dirigiu algumas palavras aos “numerosos sacerdotes estudantes dos Pontifícios Colégios São Pedro e São Paulo, de Roma”. (S.L.) (Agência Fides 29/9/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network