ÁSIA/IÊMEN - Continua a aumentar a desnutrição infantil nas áreas de conflito

Sábado, 6 Novembro 2010

Sanaa (Agência Fides) – Os agentes de saúde locais estão em alarme por causa do nível de desnutrição infantil registrado no estado setentrional de Saada Health, de modo especial nos distritos mais envolvidos por conflitos armados. Um relatório do Ministério da Saúde Pública e da População, subscrito pelo Unicef, indica que cerca de metade das 26.246 crianças de 6 a 59 meses de idade submetidas a controles em cinco distritos de Saada ocidental, sofrem de desnutrição global aguda (GAM). Em uma área, três em cada quatro crianças são desnutridas. No total, 17% das crianças monitoradas sofre de desnutrição aguda grave (SAM) e 28% de desnutrição aguda moderada. Segundo o representante do Unicef no Iêmen, a desnutrição é a principal causa de morte infantil no país e esta grave situação pode ser desastrosa para as crianças de Saada. Com a chegada do inverno, milhares de crianças correrão sérios riscos se não forem observadas as adequadas cautelas. Em todo o Iêmen, 15% das crianças menores de 5 anos sofrem de GAM, mas os prolongados conflitos em Saada entre as forças do governo e os rebeldes Houthi-led Shia podem piorar a situação no norte. GAM e SAM são os principais indicadores usados em estudos sobre a nutrição. A assistência alimentar é certamente insuficiente, mas os atritos que se protraem desde 2004 não são a única causa. No Iêmen rural, falta consciência sobre a alimentação adequada, além de medidas higiênicas. Muitas crianças chegam aos hospitais em avançado estado de desnutrição.
(AP) (6/11/201 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network