EUROPA/ALEMANHA - “Promover novas formas de pastoral missionária olhando os sinais dos tempos” disse o diretor do departamento da pastoral missionária

Sexta, 24 Setembro 2010

Fulda (Agência Fides) – No quadro da sua Assembléia Plenária que se realizou 20 a 23 setembro em Fulda, os bispos alemães fizeram um balanço inicial dos trabalhos do novo órgão para a Pastoral Missionária com sede em Erfurt (Alemanha), que iniciou suas atividades há alguns meses, precisamente no início de 2010 (ver Fides 14/01/2010). Numa entrevista publicada no site da Conferência Episcopal Alemã (Deutsche Bischofskonferenz, DBK) “katholisch.de”, o diretor do novo departamento, Hubertus Schönemann, fala sobre as novas tarefas da Pastoral Missionária num mundo em rápida mutação. Por definição seu departamento se ocupa de “promoção e desenvolvimento do testemunho da Igreja neste mundo”, que Schönemann chama "um objetivo de longo prazo que não pode ser alcançado em poucos meses, uma vez que lidamos com questões centrais, como a identidade da Igreja e a pastoral como resultado para hoje e para o amanhã. "Como prioridade a fim de cumprir de maneira eficaz sua missão, Schönemann ressalta: "precisamos convergir e desenvolver a comunicação sobre a evangelização e pastoral missionária. Por isso, buscamos também entender as tendências atuais na sociedade de hoje, promovendo e acompanhando novas formas de pastoral missionária olhando os "sinais dos tempos" como disse o Concílio Vaticano II". Sobre o papel da internet para a Pastoral Missionária, Schönemann sublinha: "a Internet é o meio de comunicação mais importante e da era pós-moderna e será cada vez mais importante. Com o nosso departamento queremos incentivar e apoiar as dioceses e ordens religiosas a obterem mais familiaridade com este instrumento. Temos hoje na internet algumas ofertas muito interessantes da parte da Igreja". Enfim, Schönemann acentua a atenção dos bispos alemães para ao pastoral missionária: "o fato que se interessem também no âmbito de sua assembleia geral por este tema, mostra que os bispos dão muita importância. É importante que a Igreja siga sem temor a evolução atual da sociedade a fim de responder ao seu chamado missionário também no futuro. O objetivo a longo prazo deve ser a promoção de formas renováveis da pastoral da Igreja para dar testemunho do Evangelho de Deus, que através de Jesus Cristo se aproximou dos homens, dirigindo o olhar para os homens e mulheres de hoje”. (MS) (Agência Fides, 24/09/2010)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network