http://www.fides.org

Asia

2004-08-31

ÁSIA/ÍNDIA - Sacerdote católico assassinado em Kerala: a Igreja sob choque

Nova Délhi (Agência Fides) - A comunidade católica de Kerala, Estado do sudoeste da Índia, está chocada com o brutal assassinado do Pe. Job Chittilappilly, 71 anos, morto na manhã de 28 de agosto na sua residência da paróquia de Nossa Senhora das Graças, na cidade de Thuruthiparambu. Segundo as primeiras investigações realizadas pela polícia, Pe. Job foi encontrado sem vida nas primeiras horas da manhã, morto devido a várias feridas. O motivo do delito é ainda incerto, mas segundo os policiais, a dinâmica do assassino mostra uma execução em plena regra. Nada foi tocado ou roubado da casa do sacerdote, que por 45 anos desempenhou seu serviço pastoral na comunidade católica de rito sírio-malabarense, fortemente enraizada em Kerala.
Dom James Pazhayattil, Bispo de Irinjalakuda, explicou à Agência Fides: “Pe. Job estava rezando o Terço, antes da Santa Missa que deveria celebrar às 6h30, quando foi agredido e morto a facadas. A nossa comunidade diocesana está profundamente chocada com este fato. Não sabemos quem possa tê-lo assassinado”.
Segundo fontes da Igreja local, o sacerdote tinha recebido dias atrás alguns telefonemas intimidatórios, que o ameaçavam de morte se ele não desse fim à atividade de proselitismo. O sacerdote costumava visitar também famílias hindus, onde era muito bem recebido, e não fazia proselitismo, destacou o Bispo.
“É a primeira vez que um padre é assassinado a sangue frio em Kerala”, acrescentou Dom Mar Jacob Thoomhuzhy, Arcebispo de Thrissur, que pediu à polícia um inquérito imediato para apurar a autoria do homicídio.
Pe. Job foi enterrado na Igreja de Santo Antonio em Moorkanadu, sua paróquia natal. Vários sacerdotes, religiosos e fiéis, além de autoridades civis e políticas, participaram do rito fúnebre, celebrado por Dom James Pazhayattil.
O episódio é o último de uma série de novas agressões contra pessoas e locais cristãos, denunciada recentemente pelos Bispos indianos. Em 26 de agosto, no estado de Orissa (Índia centro-oriental), na aldeia de Rakia, um grupo de hinduístas atacou e destruiu a Igreja de Nossa Senhora da Caridade, destruindo também algumas casas de cristãos nas redondezas da paróquia.
O sacerdote dos Palotinos John Sunderam, da Arquidiocese de Ranchi, no estado de Jharkhand, (Índia oriental) está em coma, depois da agressão sofrida em 22 de agosto, por integrantes de uma quadrilha que, aparentemente, invadiu sua igreja para roubar. O vice-pároco, Pe. Albino Tirkey também foi ferido enquanto tentava defender o pároco. Os Bispos indianos expressaram preocupação pela onda de violência, e pediram a intervenção das autoridades civis, lançando um apelo à tolerância religiosa e à harmonia. (PA) (Agência Fides 31/8/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network