http://www.fides.org

Oceania

2004-07-29

OCEANIA/AUSTRÁLIA - Em aumento os estudantes não-católicos inscritos em escolas católicas

Brisbane (Agência Fides) - A qualidade do ensino atrai as famílias, indiferentemente da religião: cerca de um quarto dos estudantes matriculados em escolas católicas da região australiana de Queensland não são católicos. É um reconhecimento que premia o empenho da Igreja local e de toda a Igreja australiana no campo do ensino. A Arquidiocese de Brisbane comunicou a Fides que o número de estudantes não-católicos matriculados em escolas católicas continua a crescer, e atualmente, encontra-se por volta de 22,5% do total. Aprecia-se a seriedade, a qualidade dos professores, as estruturas e sobretudo a bagagem de valores morais que as escolas católicas buscam transmitir na vida escolar.
Joe Mac Corley, responsável da Comissão para a Educação católica de Queensland, nota que muitas famílias estão fazendo grandes esforços econômicos para garantir aos próprios filhos um percurso de ensino de alta qualidade em um instituto católico. Algumas famílias católicas matriculam seus filhos em escolas públicas porque não podem manter as despesas e mensalidades.
Por sua vez, a Igreja não dispõe de financiamentos para reduzir os custos arcados pelas famílias, já que as contribuições destinadas pelo governo às escolas católicas são as mesmas de dez anos atrás. Também não é possível construir novas escolas em áreas com crescimento populacional, como a região a sudoeste de Brisbane.
A primeira escola católica na Austrália foi fundada em 1820. Atualmente, os institutos de ensino católicos existentes no país são cerca de 1.700, com mais de 640 mil inscritos e 40.000 professores. (PA) (Agência Fides 29/7/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network