http://www.fides.org

Asia

2003-05-07

ÁSIA/TAIWAN - O DIRETOR DAS PONTIFÍCIAS OBRAS MISSIONÁRIAS: A SARC NOS ENSINA A SUPERAR OS RÓTULOS E A OLHAR O HOMEM COMO CRIATURA DE DEUS

Taipei (Agência Fides) – “ A lição que nos vêm deste improviso fenômeno da Sars (Severe Acute Respiratory Syndrome) é aquela de aprender a olhar o homem para além de sua pertença religiosa, cultural, social; a reconhecer a dignidade de criatura divina que cada homem possui, a comportar-se como irmãos”. é o pensamento do padre lorenzo Fornaro OFM, missionário em Taiwan há 32 anos e Diretor das Pontifícias Obras Missionárias da ilha.
Padre Fornaro disse à Agência Fides que a igreja local está atenta em seguir todas as medidas cautelares para impedir o contágio do vírus: “ Se evitam grandes assembléias, se reza em pequenos grupos, freqüentemente apenas familiares. Mas a Sars criou na comunidade cristã também um despertar espiritual: existe uma busca maior da oração e à conversão, se reza de modo incessante com o Rosário e muitos fazem práticas de penitencia. A comunidade cristã se refugia e se abandona nas mãos de Deus”.
No entanto, não faltam gestos de solidariedade em relação aos médicos e os parentes dos doentes, também estes confinados em quarentena: “ Existe um senso de solidariedade absolutamente livre de rótulos, de prejuízos e de pertença religiosa”, observa o missionário.
As escolas católicas e as paróquias adotam a máxima prudência em sua iniciativas: “ Sofremos, mas a esperança não é menor”, observa Fornaro.
Os católicos em Taiwan compõem 1,5% da população que consta de 21 milhões de pessoas. os padres franciscanos mantém uma missão que resulta da evangelização no século XVII.
(PA) (Agência Fides 7/5/2003; palavras: 272; linhas:22)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network