http://www.fides.org

Europa

2004-07-09

EUROPA/ITÁLIA - O monasticismo, ponte entre as religiões - Em Assis, um Congresso sobre o Islã e o Cristianismo promovido pelo DIM (Diálogo Inter-religioso Monástico)

Roma (Agência Fides) - Será realizado no mosteiro beneditino de São José em Assis, de 15 a 18 de julho, o Congresso promovido pela Comissão italiana do DIM (Diálogo Inter-religioso Monástico), que terá como tema “Islã e Cristianismo”. O Congresso quer responder ao apelo lançado pelo Papa João Paulo II exatamente em Assis: “Em nome de Deus, que cada religião ofereça ao planeta justiça e paz”. Guiarão o Congresso os Beneditinos Pe. Bernard-Joseph Samain, teólogo da Abbaye d’Orval (Bélgica) e Pe. Daniel Point, teólogo da Abbaye d’En Calcat (França).
O muçulmano Prof. Hassan Khorzom, docente na Universidade de Damasco, vai destacar alguns aspectos do Alcorão, como os 99 nomes de Deus e as figuras de Jesus e Maria. Com este Congresso, o DIM pretende aprofundar o conhecimento do Islã para evidenciar que o fanatismo islâmico é somente uma minoria, e deve ser combatido e vencido pelo próprio Islã.
O objetivo principal do Diálogo Inter-religioso Monástico é favorecer o conhecimento recíproco entre monges e monjas das diversas religiões e promover o diálogo inter-religioso nos mosteiros através da hospitalidade, da oração, da meditação, da contemplação, do silêncio, do amor pela natureza, da reflexão teológica. A iniciativa veio à luz em 1960, em resposta à Encíclica “Fidei Donum”, que convidava a fundar mosteiros nas jovens Igrejas. Beneditinos e Cistercenses deram vida, assim, à AIM (Ajuda à implantatio monástica). Para fazer frente à formação dos monges no local, organizou-se uma série de encontros na África e Ásia. Em 1973, pela primeira vez, monges cristãos e não cristãos se reencontraram em Bangalore (Índia), para discutir sobre a experiência de Deus. Com o encorajamento do então Secretário para os Infiéis, dentro da AIM, foram criadas em 1977 duas Comissões para se ocupar, em especial, do Diálogo inter-religioso, uma para a América do Norte e Canadá (MID) e outra para a Europa (DIM). Nesses anos, o DIM multiplicou as relações com monges hindus, budistas, tibetanos e zen japoneses. Alguns monges japoneses foram hóspedes por um período em mosteiros cristãos europeus e vice-versa. A mesma experiência foi vivida por monges norte-americanos e monges tibetanos. (S.L.) (Agência Fides 9/7/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network