http://www.fides.org

Asia

2004-07-01

AMÉRICA/COLÔMBIA - 50 anos de presença missionária dos Carmelitas em Tumaco

Tumaco (Agência Fides) - O primeiro grupo de missionários carmelitas (OCD) da Província de Navarra chegou oficialmente em Tumaco em 28 de junho de 1954. A então Prefeitura Apostólica compreendia uma ampla área de 18 mil kmq, na região de Narinho, banhada pelo Oceano Pacífico, fronteira com o Equador. O primeiro apóstolo desta área foi o agostiniano São Ezequiel Moreno. A Prefeitura foi elevada a Vicariado Apostólico em 1961 e em 29 de outubro de 1999 recebeu o título de Diocese. O primeiro Bispo carmelita foi Dom Luis Irizar de Santa Teresina, que até então trabalhava na missão de Urabá (Colômbia). Faleceu prematuramente aos 56 anos, em novembre de 1966.
Segundo as informações da Cúria Generalícia OCD, o desenvolvimento da missão de Tumaco nos cinco séculos de história carmelita pode ser dividido em três períodos: O início, com Dom Luis Irizar (1954-1966), que viu a criação de infra-estruturas e a construção de igrejas, casas, colégios, aeroporto, hospital. O reforço (1966-1990), com Dom Miguel Angel Lecumberri, exemplar religioso carmelita no Chile e que atualmente está em Pamplona (Espanha). Uma recordação de sua intensa atividade pastoral è a Rádio Mira, criada em dezembro de 1970. e enfim, a maturidade (de 1990 a hoje), com Dom Gustavo Giron Higuita, primeiro Bispo carmelita colombiano.
A população é em grande maioria afro-americana. O interesse principal da Missão sempre foi o ensino, com a criação de vários colégios, administrados pelas Carmelitas Missionárias. Atualmente, o território da diocese de Tumaco foi confiado à província carmelita da Colômbia. Outras famílias religiosas, masculinas e femininas, colaboram na evangelização do território. O Papa João Paulo II esteve em Tumaco em 1986. (S.L.) (Agência Fides 1/07/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network