http://www.fides.org

Asia

2004-06-21

ÁSIA/ÍNDIA - Reconstruída e consagrada a igreja católica destruída por extremistas hinduístas em Gujarat - As esperanças das minorias religiosas com o novo rumo político na Índia

Nova Délhi (Agência Fides) - A igreja de Santo Antonio de Naroda, cidade de Gujarat, estado no oeste da Índia, foi consagrada e reaberta ao culto, depois de reconstruída. Dom Thomas Macwan, Bispo de Ahmedabad, presidiu a celebração e consagrou a nova igreja, em uma cerimônia da qual tomaram parte mais de mil fiéis. “A nossa fé se reforça com as perseguições” - destacou o Bispo, em sua homilia.
A igreja havia sido destruída e saqueada em 1998, em um ataque de 700 extremistas hinduístas. Foram danificadas as estátuas de Santo Antonio e do Menino Jesus e incendiados Bíblias, textos litúrgicos, paramentos, bancos e outros objetos. A sala litúrgica de celebração das Missas foi completamente queimada, assim como uma parte do anexo à igreja foi danificada. O prejuízo estimado é de cerca de 1,5 milhões de rúpias. Os poucos fiéis que tentaram deter os extremistas foram ameaçados de morte, enquanto a polícia, que se encontrava a poucos quilômetros da igreja, tardou a chegar.
“Apesar do ataque, não ficamos nenhum domingo sem celebrar a Santa Missa” - disse um paroquiano que colaborou na reconstrução. “Várias vezes celebramos a Missa em casas, o que nos recordou muito a prática das catacumbas, quando os cristãos eram perseguidos”.
Vista a persistente tensão em Gujarat, o clima da celebração de reabertura da igreja foi sóbrio e se concluiu em 13 de junho, coincidindo com o Dia de Santo Antonio. A nova igreja pode acolher 300 pessoas.
Nos últimos dias, Gujarat foi também meta de uma visita, de 12 a 16 de junho, do Núncio Dom Pedro Lopez Quintana. Ele celebrou a Santa Missa no Santuário Mariano “Mãe do Carmelo” em Kadi, levando aos cristãos de Gujarat a solidariedade do Santo Padre. O Núncio também inaugurou o Seminário Regional de Vadodara, diante da a presença de fiéis entusiastas. A eles, dirigiu a exortação evangélica “Amem os seus inimigos”.
Os movimentos fundamentalistas hinduístas nascidos no estado indiano de Gujarat em 1998 tinham inicialmente como alvo somente cristãos: atacavam pessoas, locais e escolas cristãs. Desde 2002, a violência atinge também os muçulmanos, e já causou mais de mil vítimas.
As minorias religiosas esperam que de agora em diante - com o governo do Partido do Congresso, que substituiu recentemente o partido nacionalista hinduísta Baratiya Janata Party - se difunda na sociedade indiana uma atmosfera de tolerância, no respeito da liberdade de consciência e dos direitos das minorias, estabelecidos pela Constituição indiana. (PA) (Agência Fides 21/6/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network