http://www.fides.org

Asia

2004-05-29

ÁSIA/CHINA - Hebei: presos e libertados dois sacerdotes. Permanecem desaparecidos dois Bispos

Baoding (Agência Fides) – Os sacerdotes Pe. Lu Genjun, 42 anos, e Pe. Cheng Xiaoli, 40 anos, presos em 14 de maio, foram libertados no último dia 18. A prisão ocorreu em Anguo, 200 quilômetros a sudoeste de Pequim, na província setentrional de Hebei (China Continental), enquanto os sacerdotes iniciavam um dia de estudos sobre o planejamento familiar natural e cursos sobre teologia moral. A polícia chegou ao local antes dos médicos que deveriam falar aos jovens casais, e deteve os dois sacerdotes. Os fiéis que iam participar do dia de estudos foram mandados para casa.
Pe. Lu Genjun pertence à diocese de Baoding, para a qual foi ordenado sacerdote em 1990, e é atualmente o segundo responsável da Diocese, já que o Bispo, Dom Giacomo Su Zhimin, está preso. Hebei é a região que registra a maior concentração de católicos do País, com mais de um milhão de fiéis.
O sacerdote foi preso também em outras ocasiões: Domingo de Ramos, 5 de abril de 1998, por um breve período de tempo, e novamente, na semana antes de Páscoa, em 2001. Em 13 de abril de 2001 foi condenado a 3 anos de trabalhos forçados (“reforma através do trabalho”) no campo Gao Yang, em Hebei. .
O sacerdote Pe. Francesco Cheng Xiaoli, ordenado em 1991, pertence à Diocese de Anguo (Hebei), cuja sede está sem Bispo desde a morte de Dom Liu Difeng, ocorrida na prisão de Chengde (Hebei) em 1992, aos 80 anos. Pe. Xiaoli é atualmente o responsável pela Diocese.
O Bispo de Baoding, Dom Giuseppe Su Zhimin, 72 anos, foi preso em 8 de outubro de 1997, enquanto seu Auxiliar, Dom Francesco An Shuxin, 54 anos, foi preso em março de 1996. Nestes anos, nenhum dos familiares ou membros de organizações internacionais como Anistia Internacional ou Cruz Vermelha Internacional puderam se aproximar dos dois Bispos.
Em novembro passado, depois de uma breve internação no hospital de Hebei, para uma operação aos olhos, Dom Giacomo Su Zhimin foi reconhecido por alguns fiéis, que não puderam se comunicar com ele. O Bispo desapareceu novamente e ninguém sabe de seu paradeiro. Não se conhece o local onde os dois Bispos estão detidos, se estão ainda vivos, quais as condições de saúde, ou mesmo se já retornaram ao Pai. (Agência Fides 29/5/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network