http://www.fides.org

America

2004-05-22

AMÉRICA/ESTADOS UNIDOS - A tortura: dilema moral da sociedade americana

Roma (Agência Fides) - Ontem, 17 de maio, John Bolton, Sub-secretário de Estado americano para o controle das armas e da segurança internacional, manteve um encontro com a imprensa, do qual participaram a Agência Fides e representantes da imprensa italiana e norte-americana. Desarme e situação iraquiana estiveram no centro do encontro. Os representantes da imprensa norte-americana dirigiram várias perguntas ao Sub-secretário sobre as violências cometidas por alguns soldados norte-americanos contra civis iraquianos. Bolton distinguiu as responsabilidades pessoais de alguns da linha política do governo americano, destacando a capacidade do sistema norte-americano de denunciar os crimes cometidos por seus próprios representantes.
O nível da perguntas feitas pelos colegas norte-americanos relevou o papel que a imprensa tem e deve ter em uma grande democracia, como a dos Estados Unidos. E é esta a diferença fundamental entre democracia e ditadura. A democracia americana se interroga sobre si mesma, sobre seus próprios valores morais, diante dos crimes cometidos pelos militares norte-americanos no Iraque. Uma demonstração do doloroso debate em curso nos Estados Unidos.
A este respeito, devemos destacar que quem tortura nega, além da humanidade da própria vítima, também a sua. Quem renega a dignidade do próximo, renega também a própria. Esperamos que estes terríveis episódios sejam a enésima advertência a toda a humanidade, a fim de eliminar definitivamente a tortura, especialmente em nações nas quais é usada como instrumento de inquérito e de atroz domínio sobre o ser humano. (L.M.) (Agência Fides 22/5/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network