http://www.fides.org

Ciência e Medicina

2004-05-19

EUROPA/RÚSSIA - Mais de 4.500 mortos de Aids, entre os quais mais de 240 crianças menores de 14 anos, desde o início do registro dos doentes

Roma (Agência Fides) - Segundo dados recolhidos pelo Centro de pesquisa russo de medidas preventivas e de luta à Aids, mais de 4.500 pessoas, entre as quais, 240 crianças menores de 14 anos, morreram de Aids desde o início do registro de casos de infecção de HIV, em janeiro de 1987, na Rússia. Desde aquela data, os casos registrados foram mais de 280.000, incluindo quase dez mil crianças. Destas, mais de 8.000 nasceram de mães soropositivas. Entre os doentes de Aids, o grupo mais vulnerável é o dos recém-nascidos soropositivos.
Uma sondagem recente, feita entre os habitantes de Moscou, indicou que 54% dos pesquisados nutre “temor” em relação aos doentes de Aids, 20% tem “repulsão”, e 10% “indignação”. 48% admitiu evitar contatos com pessoas infectadas, enquanto 46% pede que sejam adotadas medidas mais rígidas a fim de que sejam isolados. (AP) (19/5/2004 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network