http://www.fides.org

Africa

2004-05-07

AFRICA/BURUNDI - Burundi: partidos e movimentos de guerrilha. Uma ficha

Roma (Agência Fides)- Como anunciado, para melhor compreender a situação política em Burundi, publicamos esta ficha sobre os partidos e os movimentos de guerrilha burundineses.

Partidos políticos:

UPRONA (Union Pour le Progres National) : Fundado em 1961. Permaneceu o único partido legítimo no país de 1961 a 1993, quando foi introduzido o multipartidarismo e eleições livres. Em 1998, o partido se dividiu em relação à participação nas negociações de Arusha, (Tanzânia), com o objetivo de restabelecer a paz no país. O UPRONA é o partido que representa desde a sua fundação os interesses dos tutsi. (pró-tutsi)

FRODEBU (Front Pour la Democratie au Burundi) : Fundado oficialmente em 1992, o FRODEBU é o principal partido hutu. O FRODEBU venceu as eleições multipartidárias de 1993 (as primeiras realizadas em Burundi) e o seu líder, Melchior Ndadaye, se tornou o primeiro Presidente hutu de Burundi. O assassinato Ndadaye provocou a guerra civil da qual o país está tentando sair com muitas dificuldades. (pró-hutu)

PALIPEHUTU (Parti pour la Libération Du Peuple Hutu) : O partido foi fundado no final do anos 70 do século passado por hutus burundineses refugiados em Ruanda. (pró-hutu)

CNDD (Conseil National pour la Defense de la Democratie) : é guiado por Leonard Nyangoma, ex-ministro da Justiça, e foi fundado em 1994. O CNDD é a ala política das Forces pour la defense de la democratie (FDD), o principal movimento de guerrilha hutu. (pró-hutu)

ABASA (Alliance Burundo-Africaine pour le Salut): Fundado em 1993 (pró-tutsi)

INKIZO (“Lo Scudo”): Fundado em 1993 (pró-tutsi)

AV-INTWARI: Fundado em 1993 (pró-tutsi)

RADDES (Rassemblement pour la democratie, le developpement economique et social) : Fundado em 1993 (pró-tutsi)

PRP (Parti pour la reconciliation du peuple) : Partido monárquico, fundado em 1992. (pró-tutsi)

PL (Parti liberal) : Fundado em 1992. (pró-tutsi)

PB (Rassemblement pour le peuple du Burundi) : Fundado em 1992. (pró-hutu)

PP [Parti du peuple]: Fundado em 1992. (pró-hutu)

PARENA (Parti pour le redressement national) : Fundado em 1995 pelo ex-Presidente Jean-Baptiste Bagaza (pró-tutsi)

PSD (Parti social-democrate): Fundado em 1993 (pró-tutsi)

PIT (Parti independent des travailleurs) : Fundado em 1993 (pró-tutsi)

ANNADE (Alliance nationale pour le droit et le developpement economique) : Fundado em 1992. (pró-tutsi)

Grupos Armados

FDD (Forces pour la Defense de la Democratie) : Fundado em 1994, é o principal grupo de guerrilha hutu. Assinou em outubro de 2003 o acordo de paz de Pretória.

FNL (Forces Nationales pour la Liberation) : Nascido de uma divisão do partido PALIPEHUTU, é o movimento de guerrilha hutu mais radical. Ainda não assinou o acordo de paz.

FROLINA (Front pour la Liberation Nationale) : Criado no anos 80 do século passado. Assinou os acordos de Arusha de 28 de agosto de 2000.

Desde 1993, Burundi vive uma guerra civil entre o exército governamental, formado em grande parte por tutsis, e alguns movimento de guerrilha hutu. O conflito provocou até agora 300 mil mortos. Em 2000, foi alcançado um primeiro acordo político, em Arusha (Tanzânia), para formar um governo de transição, do qual participam a maior parte dos partidos políticos burundineses, mas não a guerrilha.
Em outubro de 2003, em Pretória (África do Sul) na presença do Presidente sul-africano Thabo Mbeki, o Presidente burundinês Domitien Ndayizeye e o líder das FDD, Pierre Nkurunziza, assinaram um acordo de paz que pôs fim às hostilidades entre o exército governamental e a guerrilha das FDD. O tratado prevê o fim imediato das hostilidades. Os rebeldes obtiveram a vice-presidência da República, quatro ministérios, 40% dos cargos oficiais do exército e 35% dos cargos da polícia. (L.M.) (Agência Fides 7/5/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network