http://www.fides.org

Dossiê

2004-03-20

AS INDICAÇÕES DO MOVIMENTO JUVENIL MISSIONÁRIO PARA CELEBRAR O DIA.

Em 24 de março, aniversário do assassinato de Dom Oscar A. Romero, Arcebispo de San Salvador (1980), celebra-se o XII Dia de oração e jejum em memória dos Missionários Mártires: uma iniciativa que o Movimento Juvenil Missionário das Pontifícias Obras Missionárias promovem na Itália desde 1993. A seguir, apresentamos algumas indicações para celebrar esse Dia:

1. “As Igrejas locais devem fazer de tudo para não deixar morrer a memória daqueles que sofreram o martírio”. Desejamos que através desse Dia, todas as comunidades paroquiais e comunidades religiosas entrem em comunhão espiritual com missionários e missionárias de todos os cantos da terra, por meio da oração, do jejum e da solidariedade fraterna.

Quarta-feira 24 de março: Dia dos Missionários Mártires:
* As comunidades paroquiais, as comunidades de vida consagrada, os seminários e noviciados podem dedicar este Dia à recordação e à oração pelos missionários mártires, utilizando a VIGÍLIA proposta no subsídio. Convidamos os jovens a organizar e participar da Vigília, em nível diocesano!
* Pode-se usar um símbolo: um pano vermelho sobre a cruz ou um ramo de oliveira com os nomes dos missionários mortos em 2003: os frutos do amor, da reconciliação, e da paz. Às 15 hs, pode-se tocar os sinos das igrejas, para recordar a todos este Dia especial!
* Convidamos todos para um dia de jejum, em estreita união com os missionários e com os pobres do mundo, e a fim de que nossa oração seja mais aceita por Deus. Um jejum que se torne testemunho! Eis porque deve ser proposto a toda a comunidade, como um sinal visível. Jejum e oração! Com o jejum, nós purificamos nosso coração, e nos abrimos à partilha com quem sofre. Quem o deseja, pode enviar às POM a oferta de jejum, que será destinada, esse ano, à construção de algumas capelas na castigada terra da República Democrática do Congo.

Em preparação ao Dia:
Segunda, 22 de março: adoração eucarística para os missionários e oração pelas vocações missionárias. Pedimos ao Pai o dom de tantos jovens dispostos a seguir Jesus na via da consagração para a missão.
Terça, 23 de março: VIA SACRA. No subsídio, é indicado um esquema de Via Sacra.

2. Todas as pessoas doentes e que sofrem são convidadas a oferecer seu sofrimento à memória dos missionários mártires, à difusão do Evangelho, e criando assim um fluxo de força espiritual que sustenta os missionários na obra de evangelização e para pedir ao Senhor o dom de novas vocações missionárias para a Igreja.
É possível também subscrever o ato de oferta do sofrimento e enviá-lo à POM. Desta forma, cria-se uma rede visível de pessoas que cotidianamente oferecem ao Senhor seus sofrimentos em favor dos missionários, o secretariado da Obra de Propagação da Fé (OPF) enviará, a quem o desejar, o rosário missionário para a oração cotidiana.

3. Propomos a todos, seja pessoalmente que aos grupos, que durante estes dias, visitem um lugar de sofrimento (hospitais, casas de repouso, doentes sós em casa, cárceres) para partilhar com quantos sofrem a mesma vida de cristo, e para nos recordar que a força que impulsiona o anúncio vem exatamente do sofrimento e do sacrifício de muitas pessoas.

4. Para dar visibilidade ao Dia de memória dos missionários mártires, na quarta-feira, 24 de março, propomos a exposição dos seguintes símbolos:
Pode-se convidar as famílias a expor nas janelas de suas casas uma vela vermelha acesa, em sinal de martírio, ou... porque não convidar para um almoço um estrangeiro ou um pobre, em sinal do novo estilo de vida que o Evangelho traz ás comunidades.

Nas igrejas paroquiais ou capelas de institutos religiosos:
A cruz, envolvida por um pano vermelho;
Uma planta ou ramo de oliveira com os nomes dos missionários assassinados;
Escrever o nome dos missionários mortos em 2003 ao lado do cartaz do Dia.
Agência Fides 20/3/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network