http://www.fides.org

Asia

2004-03-25

ÁSIA/FILIPINAS - Os desafios das migrações na Ásia e as respostas da Igreja: semana de formação promovida pelos Carlistas

Manila (Agência Fides) - Quais são os desafios que o fenômeno das migrações representa para a Igreja? Quais as mais eficazes estratégias pastorais? Quem vai tentar responder a essas perguntas é Exodus, a semana de formação para os agentes pastorais em curso de 21 a 27 de março em Tagaytay, nas Filipinas. Os organizadores da iniciativa são os padres Carlistas do Scalabrini Migration Center em Manila, em cooperação com a Comissão para o Cuidado dos Migrantes e Itinerantes, da Conferência Episcopal das Filipinas.
Participam dos trabalhos cerca de 30 agentes pastorais entre sacerdotes, irmãs e leigas que desejam aprofundar o fenômeno e as consequências da migração na Ásia, envolvida nos últimos 30 anos por migrações sempre mais intensas e maciças, dentro do próprio continente e em direção às outras partes do mundo.
O seminário foi dividido em seis áreas temáticas: o fenômeno da migração na Ásia hoje: tendências, gêneros, dimensões, consequências; a doutrina da Igreja: migração e Escritura, elementos de teologia da migração; a missão com os migrantes na Ásia: as igrejas locais e o papel dos leigos; alguns temas específicos para a Ásia.
Pe. Fabio Baggio, Carlista responsável de Exodus, disse em entrevista concedida à Fides: “Os participantes enfrentaram o tema do ponto de vista sociológico, teológico e pastoral. Temos consciência da grande necessidade de formação, visto que sobre o fenômeno das migrações existem fortes preconceitos e pouco conhecimento. Os desafios que a Igreja enfrenta na Ásia na pastoral dos migrantes são: a violação dos direitos humanos; problemas da língua; injustiça social e desequilíbrio econômico; diálogo inter-religioso; considerar o migrante não como objeto, mas como sujeito de evangelização.
A Igreja na Ásia respondeu às necessidades dos migrantes disponibilizando suas melhores capacidades: em primeiro lugar, fornecendo serviços religiosos nas línguas originárias dos imigrantes, depois organizando preciosas formas de assistência material e administrativa.
Os Carlistas anunciaram que a próxima semana de formação será realizada de 16 a 21 de maio na Coréia do Sul, outro país fortemente atingido pelo fenômeno migratório.
(PA) (Agência Fides 25/3/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network