http://www.fides.org

Africa

2004-02-25

ÁFRICA/MARROCOS - Terremoto no Marrocos: um balanço inicial, e a solidariedade do Papa

Roma (Agência Fides) - Cerca de 600 mortos, muitas casas destruídas, milhares de feridos e pessoas traumatizadas: esse é o primeiro balanço feito pelo Ministério da Saúde. O sismo atingiu o Norte do Marrocos, nas primeiras horas da manhã de 24 de fevereiro. A região mais atingida foi a periferia da cidade e do porto de Al Hoceima, aonde a população foi surpresa de noite.
“Um verdadeiro desastre. A situação mais grave é nas aldeias de Ait Kamra, Tamassint e Imzoum, na diocese de Tanger, aonde a maior parte da população vive em casas de barro”. É o que refere a Caritas-Marrocos, pequena estrutura que sustenta o progresso da população através de ajudas aos imigrantes e pessoas com deficiências, da promoção da mulher, da alfabetização e do micro-crédito. A rede internacional Caritas se está ativando e intervirá assim que as autoridades governamentais autorizarem.
Ao manifestar solidariedade e proximidade na oração, a Caritas Italiana assegurou uma presença constante e a máxima disponibilidade em sustentar os esforços da Igreja local e da rede internacional.
O Santo Padre João Paulo II enviou um telegrama de condolências pelas vítimas do terremoto ao Núncio Apostólico no Marrocos, por meio do Cardeal Angelo Sodano, Secretário de Estado, no qual assegura sua solidariedade na oração, pedindo a Deus Todo-Poderoso que acolha as vítimas em seu reino, conforte os feridos e assista os socorristas.
(S.L.) (Agência Fides 25/2/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network