http://www.fides.org

Ciência e Medicina

2004-02-23

ÁFRICA /QUÊNIA - AIDS, no Quênia, 750 óbitos por dia, mais de 31 por hora, mais de um a cada dois minutos. Primeira conferência das mulheres quenianas

Roma (Agência Fides) - No Quênia, existe pelo menos um milhão de órfãos, cujos pais morreram de AID. Por dia, morrem por causa do vírus HIV 750 pessoas, mais de 31 por hora, mais de um a cada dois minutos. Os dados foram divulgados pelo Ministro da Saúde, Charity Ngilu, ao final da primeira conferência nacional das mulheres quenianas sobre HIV-AIDS, da qual participaram 4 mil delegadas. Para o Ministro Ngilu, é preciso combater esta batalha começando com a mudança dos hábitos sexuais e sociais. De fato, em toda a África Subsaariana, as viúvas devem se casar com um irmão ou um parente do marido. Dado que muitas vezes o cônjuge morreu devido à AIDS, o vírus se propaga geometricamente.
Cerca de 70% dos infectados com o HIV encontram-se na África, em especial na região Subsaariana: são aproximadamente 30 milhões, dos quais 60% são mulheres. No continente africano, foram registrados 15 milhões de óbitos por causa da AIDS, uma dizimação que já provocou 11 milhões de órfãos. (AP) (Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network