http://www.fides.org

Asia

2004-02-20

ÁSIA/TAILÂNDIA - Diálogo com os budistas e ajuda aos doentes em fase terminal: a presença franciscana na Tailândia

Bangkok (Agência Fides) - Enquanto o fundamentalismo islâmico cria problemas e tensões no sul do país, e obriga a comunidade cristã a uma atitude de prudência máxima, os freis franciscanos não se cansam de realizar sua missão: presentes na Tailândia com duas casas, os Frades Menores testemunham o Evangelho em suas vidas cotidianas e estão empenhados socialmente em curar as feridas da população, frequentemente provocadas por doenças como a AIDS, a exploração sexual e a criminalidade.
Uma das paróquias na Tailândia meridional, a Pracuapkhirikhan, permite aos franciscanos de difundir o carisma de São Francisco naquele ambiente: também muitos leigos e jovens são atraídos pelo modelo de vida do Santo e desejam seguir seus passos. Um grande exemplo que os freis dão em suas vidas é, por um lado, a abertura ao diálogo com os budistas, que constituem a maior parte da população tailandesa, por outro lado, a dedicação no cuidado dos pobres e sofredores, em especial os doentes de AIDS e os doentes em fase terminal, que frequentemente vivem excluídos e abandonados à própria sorte.
Em uma clínica para os doentes de AIDS administrada pelos freis, que se encontra em Lamsai, ao norte da capital de Bangkok, os frades mantêm ótimas relações com os monges budistas desta região. Os freis tem assim a possibilidade de enriquecer-se de espiritualidade oriental, de levar o carisma franciscano também a lugares distantes, testemunhando com simplicidade e autenticidade o Evangelho.
A presença franciscana na Tailândia, informa a Cúria Geral dos Frades menores, remonta ao século XVI. Em 1985, os freis menores inauguraram um novo projeto: a Fundação Franciscana na Tailândia, sob a guia do Ministro-geral.
(PA) (Agência Fides 20/2/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network