http://www.fides.org

Ciência e Medicina

2004-02-13

EUROPA/ITÁLIA - “A solidariedade é um recurso fundamental para a saúde” afirmam os irmãos do Instituto de São João de Deus, num encontro sobre “a solidariedade entre profissionalismo e humanização”.

Roma (Agência Fides) - “Curar com a solidariedade” é o tema escolhido pela CEI para o Dia Mundial do Enfermo desse ano. Um tema que impõe uma reflexão particular, sobretudo no que se refere ao sofrimento e à deficiência psíquica, freqüentemente marginalizada e incompreendida.
A especialização em doenças mentais foi escolhida pela Diocese italiana de Albano (Roma) como tema de um Congresso que será realizado sábado, 14 de fevereiro de 2004. O encontro, que terá como título “A solidariedade entre profissionalismo e humanização”, se realizará no Instituto “São João de Deus” de Genzano. A escolha do local não foi casual: de fato, a estrutura hospeda pessoas com várias deficiências e patologias psicofísicas crônicas. O Instituto é um dos pontos de referência na área dos castelos romanos que, com cerca de 500 mil usuários, conta com 7 centros de saúde mental e 2 Serviços Psiquiátricos de Diagnose e Cura.
A sensibilidade pelo sofrimento psíquico, no sentido de ser um âmbito privilegiado para exercer a solidariedade permitiu uma avaliação séria a respeito da possibilidade de construir uma rede de competências e disponibilidade entre pacientes, famílias e agentes sanitários do setor, que envolve também o âmbito político, eclesiástico e social.
Exatamente desta reflexão, nasceu a colaboração para a organização do encontro, que reúne a Consulta para a Pastoral da Saúde da Diocese de Albano, a Associação de Médicos Católicos Italianos e os Irmãos de São João de Deus, que há 500 anos se ocupam de assistência sanitária, fazendo da solidariedade um recurso fundamental no campo da saúde.
(AP) (13/2/2004 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network