http://www.fides.org

Africa

2004-01-02

ÁFRICA/BURUNDI - NÚNCIO APOSTÓLICO ASSASSINADO POR SEU EMPENHO PELA PAZ EM BURUNDI

Bujumbura (Agência Fides) - Novos detalhes sobre a morte do Arcebispo Dom Michael Aidan Courtney, Núncio Apostólico em Burundi, assassinado em 29 de dezembro em uma emboscada a 50 km da capital, Bujumbura. Segundo fontes da Igreja local contactadas pela Fides, “a emboscada era realmente contra o Arcebispo. Os assassinos queriam mesmo matar o Núncio. Não foi um erro. O Núncio viajava em um carro com placa diplomática, com a bandeira do Vaticano. Quem apertou o gatilho sabia quem estava atingindo: das quatro pessoas que estavam no carro, somente o Núncio morreu”.
De acordo com a agência de notícias IRIN, o Presidente de Burundi, Domitien Ndayzeye, e Dom Bernard Bududira, Bispo de Bururi e Vice-presidente da Conferência Episcopal de Burundi, acusaram o rebeldes das Forças Nacionais de Libertação (FNL) pelo homicídio.
Segundo as fontes da Fides, “diversas testemunhas oculares viram dois grupos de pessoas armadas descerem das montanhas ocupadas pelas FNL e posicionarem-se ao longo da estrada onde, pouco depois, o Núncio passaria”, mas as mesmas fontes afirmam que “aqui todos estão convencidos de que Dom Courtney foi assassinado pelo seu empenho em favor da paz. Ele, em várias ocasiões, pediu para que aqueles que insistiam na violência depusessem as armas e tomassem a estrada do diálogo e da paz”.
Uma multidão comovida participou do funeral de Dom Courtney, que se realizou em 31 de dezembro, às 11h, na Catedral de Bujumbura. “Tantas pessoas quiseram saudar pela última vez uma pessoa que desenvolveu com afinco sua missão de apostolado em um país marcado pela guerra”, afirmam as fontes da Fides, que acrescentam: “Participaram das exéquias as máximas autoridades do Estado, entre elas o Presidente da República e parlamentares. O Chefe de Estado agradeceu com comoção ao Núncio pelo esforço dedicado pela paz em Burundi e afirmou que Dom Courtney era um sincero amigo de Burundi”. (L.M.) (Agência Fides 2/1/2004, Linhas 27 Palavras 296)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network