http://www.fides.org

Ciência e Medicina

2003-12-15

AMÉRICA/OMS - UMA FORMA MUTÁVEL DE TUBERCOLOSE, EMERGÊNCIA GLOBAL. SE A DOENÇA NÃO FOR CONTROLADA, 36 MILHÕES DE PESSOAS PODEM MORRER ATÉ 2020

Roma (Agência Fides) – Um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia de Berkeley (USA) demonstra que desativando um grupo de genes da bactéria da tuberculose (TBC), obtém-se uma forma mutável que gera a doença capaz de multiplicar-se muito mais rapidamente e de ser muito mais letal de sua forma natural. Depois de somente duas semanas de infecção com a bactéria TBC mutável, os cientistas descobriram nos organismos dos ratos infectados um número significativamente maior de bactérias em relação à variação natural. Dentro de 27 semanas, as cobaias começavam a morrer, enquanto aquelas infectadas com a normal TBC sobreviveram 41 semanas.
Os cientistas acreditavam que, alterando os genes, se pudesse reduzir a capacidade da bactéria; pelo contrário, esta tornou-se ainda mais letal.
O agente que gera a tuberculose infecta hoje 1/3 da população mundial e mata dois milhões de pessoas por ano. Segundo a Organização Mundial da Saúde, que em 1993 declarou a TBC uma emergência global, se a doença não for controlada até 2020, 36 milhões de pessoas podem morrer. Na Inglaterra, cerca de 6% dos casos de tuberculose apresentam um certa resistência aos principais antibióticos usados, e em muitas nações a porcentagem é ainda mais alta. Os pesquisadores esperam, no futuro, que a bactéria da tuberculose seja identificada com uma simples análise da saliva. (AP) (15/12/2003 Agência Fides; Linhas:23 Palavras:270)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network