http://www.fides.org

America

2003-12-05

AMÉRICA/CHILE - A COMISSÃO NACIONAL DE BIOÉTICA DA CONFERÊNCIA EPISCOPAL DO CHILE PROPÕE UMA EDUCAÇÃO SEXUAL FUNDADA NA DIGNIDADE HUMANA

Santiago (Agência Fides) – A Comissão nacional de bioética da Conferência Episcopal do Chile, organismo de consultoria dos Bispos, chamou a atenção da opinião pública sobre o perigo de algumas campanhas de prevenção contra a AIDS que, impondo o uso dos preservativos, geram falsas segurança nas pessoas, e acabam, assim, por aumentar o risco de contágio.
Em declaração pública divulgada por ocasião do Dia Mundial de Luta contra a AIDS, a Comissão propôs que seja garantida uma educação sexual “que valorize a dignidade humana, integrando a sexualidade no contexto do amor autêntico, fiel, dono de si mesmo, capaz de desejar e promover o bem real da pessoa amada”. Além disso, o documento recorda as sugestões feitas pelos organismos internacionais, que indicam a abstenção como a forma mais segura para evitar o contágio nas relações sexuais, ou viver uma vida de casal monogâmica.
Em relação ao uso do preservativo, a Comissão de Bioética cita algumas revistas científicas, que publicaram que o uso não evita, mas somente reduz um possível contágio, e que fracassa em 20% dos casos. O texto integral da Declaração em espanhol em www.fides.org (AP) (5/12/2003 Agência Fides; Linhas:19 Palavras:189)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network